“Em São Brás, ninguém fica para trás” no ensino à distância

Quem quiser, pode ajudar

“Em São Brás, ninguém fica para trás”. Este é o nome de uma campanha solidária, promovida por este Município que comprou computadores e dispositivos de acesso à Internet para os alunos mais carenciados não deixarem de participar no ensino à distância.

O investimento foi de cerca de 35 mil euros com um único objetivo: «assegurar que todas as crianças e jovens do concelho possam ter em casa um computador com acesso à internet».

Os equipamentos adquiridos pelo Município vão ser disponibilizados pelo Agrupamento de Escolas aos alunos do 3º ciclo e do ensino secundário que não têm acesso a estes equipamentos.

O Município pretende estender também esta oportunidade ao 2.º ciclo e aos alunos finalistas do 1.º ciclo e para alcançar este objetivo, em parceria com a Junta de Freguesia, o Exército de Salvação, parceiro da rede social do concelho, e com a empresa local Sul Office, lançou à população uma campanha solidária, que consiste no apelo à doação de computadores ou tablets usados.

 

 

A campanha “Em São Brás Ninguém fica para Trás” consiste na doação e entrega de computadores ou tablets usados, mesmo que avariados, no Gabinete do Munícipe da Câmara Municipal, na Junta de Freguesia ou na Loja “Sul Office”, localizada na rua António Rosa Brito.

Depois de restaurados/recondicionados pela “Sul Office”, «numa generosa colaboração desta empresa local, os computadores são entregues ao Agrupamento de Escolas, a quem cabe ceder os equipamentos, a título de empréstimos, aos alunos mais carenciados», diz a Câmara.

Neste momento, e apenas em poucos dias, já 7 computadores foram recondicionados e entregues a crianças são-brasenses.

O projeto “Em São Brás Ninguém fica para Trás” é uma iniciativa solidária promovida em conjunto pelo Município de São Brás de Alportel, Exército de Salvação e Sul Office, com a colaboração do Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas e da Junta de Freguesia de São Brás de Alportel.

Para mais informações sobre este projeto e restantes respostas sociais, contacte-nos: telf. 289 840 020/ solidariedade@cm-sbras.pt .

Comentários

pub