Volta ao Algarve: Remco Evenpoel vence na Fóia e veste de amarelo

O ciclista belga foi mais forte no quilómetro final

Foto: Nelson Inácio | Sul Informação

Remco Evenpoel (Deceuninck-Quick-Step) acaba de vencer a segunda etapa da Volta ao Algarve em bicicleta, disputada esta quinta-feira, 20 de Fevereiro, e que terminou no Alto da Fóia, em Monchique. O ciclista é o novo camisola amarela da prova, sucedendo a Fabio Jakobsen, seu colega de equipa. 

O ciclista belga foi mais forte no quilómetro final, batendo o português Rui Costa que também lutou pela vitória na etapa.

Em segundo ficou Maximilian Schachamann (Bora-hansgrohe), seguido de Daniel Martin (Israel Start-Up Nation)

Michael Schar (CCC Team), Casper Pedersen (Team Sunweb) e Dries de Bondt (Alpecin-Fenix) lideraram uma fuga que acabou por ser anulada ao quilómetro 162.

A chegada à Fóia – a 902 metros de altitude – foi liderada por um pequeno pelotão, onde estavam nomes como Rui Costa, De Mateos (Louletano) e Kwiatkowski.

 

Foto: Nelson Inácio | Sul Informação

 

«Sabíamos que os últimos 1500 metros da subida poderiam ser decisivos, por causa do vento, e por isso a nossa missão era aguentar o ritmo da subida e procurar, na parte final, uma oportunidade para atacar», disse Remco Evenepoel, no final.

«A equipa protegeu-me bem, o meu colega João Almeida deixou-me em boa posição e ataquei confiante nos últimos 300 metros. Vencer deixa-nos felizes mas, na vida, há coisas mais importantes. O filho do meu colega de equipa Nikolas Maes morreu recentemente e, por isso, a minha vitória é-lhe inteiramente dedicada. A nossa equipa está unida e é solidária. A corrida amanhã tem nova oportunidade para o Fabio Jakobsen e esse é agora o nosso próximo objetivo antes do Malhão e do contrarrelógio final», conclui.

A próxima etapa disputa-se esta sexta-feira, dia 21, e é a mais longa da competição, 201,9 quilómetros, entre Faro e Tavira.

Comentários

pub
pub