Farense sem ideias perde em casa com o Estoril

Algarvios podem perder liderança da II Liga

Foto: Nelson Ferreira

O Farense perdeu por 0-2 frente ao Estoril, na 19ª jornada da II Liga de futebol, disputado na manhã deste sábado, 1 de Fevereiro. Os algarvios mostraram pouco e voltaram aos maus resultados.

Num jogo de candidatos à subida, o Farense sabia que uma vitória seria crucial para deixar o Estoril mais longe desse objetivo.

Os primeiros minutos foram de alguma intensidade, com ambas as equipas a mostrarem que estavam em campo para ganhar. Apesar desse futebol atacante de parte a parte, as ocasiões de golo escassearam.

Aos 26 minutos, Fábio Nunes recebeu um cruzamento da esquerda e rematou, já dentro da área, mas a bola bateu em Patrick, avançado do Farense que, nesta jogada, mais parecia um defesa-central. Na outra baliza, o Estoril teve uma oportunidade soberana, aos 35′.

Rafael Barbosa (um dos melhores em campo, a par de Ryan Gauld, do lado do Farense) fez um passe a rasgar que encontrou Roberto solto de marcação. O avançado do Estoril deu um toque subtil, mas a bola bateu no poste.

O aviso estava dado e os algarvios acabariam mesmo por sofrer golo mais à frente. Já em período de descontos, Daniel Bragança, antigo jogador do Farense, tirou dois adversários do caminho, antes de servir Rafael Barbosa. O jogador do Estoril rematou de pé esquerdo, de fora da área, a bola foi ao poste, bateu nas costas de Hugo Marques…e entrou.

 

Rafael Barbosa com Arnold – Foto: Nelson Ferreira

 

Estava feito o primeiro e o Farense ia para os balneários com a certeza de que um candidato à subida tem de mostrar mais.

Ainda assim, a verdade é que o segundo tempo voltou a mostrar um Farense inoperante. Ao minuto 54, surgiu o segundo do Estoril, num lance em que Hugo Marques fica com muitas culpas no cartório.

Joãozinho fez um cruzamento longo e Roberto aproveitou a saída despropositada da baliza, do guarda-redes do Farense, para cabecear para o 0-2.

Sérgio Vieira apostou tudo, colocando em jogo Fabrício Simões, Hugo Seco e André Vieira, mas as mudanças foram poucas.

O Estoril é que voltou a ter uma oportunidade clara para fazer o terceiro, num lance em que Lucas Áfrico atirou, de cabeça, ao poste (70′).

Nos minutos finais, o Farense carregou um pouco mais em busca do golo, mas sem o conseguir alcançar.

Com esta derrota, os algarvios mantêm os 37 pontos e lideram, à condição, a II Liga, tendo mais um ponto do que o Nacional (2º). Os madeirenses jogam amanhã.

A vantagem para o Mafra, que está em 3º lugar e tem menos um jogo, é de 6 pontos, sendo que à I Liga sobem os dois primeiros classificados do campeonato.

Comentários

pub
pub