Vigilantes da natureza de todo o país reúnem-se no Algarve

Este encontro incorpora umas jornadas técnicas dedicadas ao tema “Turismo e Natureza”

O XXIII Encontro Nacional de Vigilantes da Natureza começa esta quinta-feira, 30 de Janeiro, em Vila do Bispo, prolongando-se até 2 de Fevereiro.

Este encontro incorpora umas jornadas técnicas dedicadas ao “Turismo e Natureza”. Esses serão os temas em cima da mesa nos vários painéis de discussão marcados para esta sexta-feira, 31 de Janeiro.

A sessão de abertura está marcada para as 9h30, no Auditório Municipal de Vila do Bispo, com as presenças de Francisco Correia, presidente da Associação Portuguesa de Guardas e Vigilantes da Natureza, Joaquim Castelão Rodrigues, diretor regional da Conservação da Natureza e das Florestas do Algarve, Adelino Soares, presidente da Câmara de Vila do Bispo, José Gonçalves, presidente da Câmara de Aljezur, e Hugo Pereira, presidente da Câmara de Lagos.

A estes juntam-se Nuno Banza, presidente do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e João Catarina, secretário de Estado da  Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território.

No sábado, por sua vez, haverá um passeio pela Rota Vicentina e uma ida ao Museu do Mar (Carrapateira, Aljezur).

Este encontro termina no domingo, 2 de Fevereiro, com as comemorações do Dia Nacional do Vigilante da Natureza, no Auditório de Vila do Bispo.

O evento tem o patrocínio das autarquias que integram a Terras do Infante – Associação de Municípios (Aljezur, Vila do Bispo e Lagos).

Para ver o programa completo, clique aqui.

Comentários

pub
pub