Estudantes da Secundária António Aleixo participam em co-criação de atividades de Orientação Vocacional

950 estudantes do ensino secundário foram inquiridos

O mais recente inquérito realizado pelo Serviço de Psicologia e Orientação da Escola Secundária Poeta António Aleixo, Portimão, permitiu concluir que «há ainda muito a fazer no domínio da Orientação Vocacional em contexto escolar».

Dos 950 estudantes do ensino secundário inquiridos, apenas 51% referem ter projetos de futuro e saber como concretizá-los, sendo que 75% concordam com a afirmação «a escola pode ajudar-me a construir e a implementar projetos de futuro».

Com estes dados em mente, no passado dia 6 de Dezembro, foi realizada uma sessão de trabalho com um conjunto de jovens do 12º ano, no âmbito da disciplina de Psicologia, que teve por objetivo recolher as suas opiniões acerca de como pode a escola promover o desenvolvimento vocacional dos estudantes do ensino secundário.

Foram recolhidas ideias e propostas concretas, a desenvolver na escola e na comunidade, através da colaboração entre os sectores da educação e da juventude – nomeadamente visitas de estudo a escolas e a locais de trabalho, sessões estruturadas de informação sobre oferta educativa e formativa, contacto direto com profissionais e empregadores, bem como atividades promotoras do desenvolvimento de competências valorizadas pelo mercado de trabalho, de que são exemplos o voluntariado e a participação em experiências de mobilidade internacional.

Esta sessão foi dinamizada pela jovem Veronica Vismara, da associação Dypall Network, em colaboração com o professor Rui Correia e a psicóloga Isabel Quirino, ambos da Escola Secundária Poeta António Aleixo.

Durante a iniciativa, assumiu-se como um produto do primeiro curso de formação previsto no projeto Focus on Youth: Service Design and Co-Creation, que decorreu em Novembro, em Daugirdiškės, Lituânia.

A DYPALL Network é parceira neste projeto internacional, coordenado pela Participation Agency (Noruega), em colaboração com o Institute For Policy Research And Analysis (Lituânia)), a IDEA Lab Foundation (Polónia) e o Institut Za Mladinsko Politiko (Eslovénia), no âmbito do Programa Erasmus+.

Comentários

pub
pub