Apagão informático também deixou Extensão de Saúde de Sagres com serviços mínimos

Situação é insustentável e está a revoltar a população

A Extensão de Saúde de Sagres estar a funcionar com serviços mínimos «há «quase um mês», devido à avaria do sistema informático do Centro de Saúde de Vila do Bispo, denunciou a Junta de Freguesia local, que fala numa situação «insustentável» e em «revolta» da população.

Devido a este problema, «desde há quase um mês que em Sagres  apenas são feitas as consultas do dia, renovações de baixas e de receituário», segundo Luís Miguel Paixão, presidente da Junta de Freguesia de Sagres.

É que a avaria no sistema informático impede que sejam marcadas consultas e obriga ao cancelamento das anteriormente marcadas, p«orque o médico não tem acesso ao historial do doente. Esta situação também impede que a vacinação da gripe seja ministrada, causando grandes transtornos e perigo para a saúde da população mais idosa».

Perante este cenário, a junta questionou Leonor Bota, a diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Barlavento, exigindo saber quando a situação será resolvida e como serão compensadas as consultas que foram canceladas.

Na resposta, Leonor Bota assegurou que o material necessário para a reparação do equipamento informático danificado já foi fornecido, sendo que o normal funcionamento dos serviços será reposto até final da presente semana, como o Sul Informação já tinha avançado.

«Logo que o sistema informático seja restabelecido na sua totalidade, as consultas programadas, entretanto desmarcadas, serão agendadas pelos serviços, por iniciativa dos mesmos ou por parte dos utentes, assim como a vacinação que se encontra por efetuar», assegurou a diretora do ACeS Barlavento.

Comentários

pub
pub