Sophia, Aleixo e Margarida Fonseca Santos nos 26 anos da Biblioteca de Portimão

Serão três dias de festa, com literatura e música

{Play}

“O Algarve de Sophia”, Fado Aleixo e Margarida Fonseca Santos vão ajudar a Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes (BMMTG), de Portimão, a comemorar os seus 26 anos, nos dias 6, 8 e 9 de Novembro.

O espaço cultural portimonense vai celebrar mais um aniversário com cinco iniciativas, começando com “O Algarve de Sophia”, às 14h30 de dia 6.
Este será um recital com poemas e canções de tributo a Sophia de Mello Breyner, por Afonso Dias, que se raliza no âmbito das Comemorações do Centenário do Nascimento de Sophia de Mello Breyner.

No mesmo dia, mas às 21h00, o cantautor Afonso Dias voltav a ser o protagonista, desta vezs do espetáculo “Fado Aleixo”, uma homenagem ao grande poeta algarvio nos 120 anos do seu nascimento (1899).

“Fado Aleixo” «é um tributo ao mais criativo e sagaz dos poetas algarvio – António Aleixo. Afonso Dias traz o poeta Aleixo de regresso ao Fado Tradicional, que ele mesmo cantava. Um algarvio, um herói popular, um poeta superior», descreve a Câmara de Portimão.

A festa continua a 8 e 9 de Novembro, dias que serão dedicados à escritora Margarida Fonseca Santos, «autora reconhecida e muito querida do público que tem uma grande parte das suas obras no Plano Nacional de Leitura».

 

 

No dia 8, às 16h00, a escritora de livros infantis irá ministrar uma ação de Formação intitulada “Escrever para ler” dirigida a professores bibliotecários, técnicos de Biblioteca, professores e educadores. A inscrição deverá ser realizada previamente na Biblioteca Municipal.

Às 21h00 do mesmo dia, a Biblioteca recebe uma sessão de contos para adultos gratuita, protagonizada por Margarida Fonseca Santos.

No dia 9, um sábado, às 16h00, crianças e jovens são convidados a passar uma tarde bem animada em nova sessão de contos gratuita.

Margarida Fonseca Santos é autora de livros como “Altamente”, “O Boião Mágico” e “Uma Questão de Azul-Escuro”, e de coleções como “O Reino de Petzet” e, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho, “Os 7 Irmãos”.

«Além de escrever para crianças, adultos e teatro, trabalha na área da escrita criativa e do treino mental, algo que ficou do tempo em que se dedicava à Pedagogia e à Formação Musical. A coleção ”A Escolha É Minha” é o reflexo de todo este percurso», segundo a Câmara de Portimão.

 

A BMMTG em números:

A Biblioteca Manuel Teixeira Gomes tem 18.500 utilizadores inscritos, tem 80.000 documentos disponíveis, tem 175 utilizadores diários, tem 50 crianças por cada sessão educativa, tem 30 acessos Wi-Fi diários, tem 50 consultas de internet diárias e 70 documentos emprestados diários.

Este equipamento presta apoio às 16 bibliotecas escolares do concelho e apoia o Prémio Nacional de Leitura, o Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes e a Feira do Livro.

Comentários

pub
pub