Trineto de Eça de Queirós conclui EN2 a pé

Estrada Nacional 2 liga Chaves a Faro

Afonso Reis Cabral, escritor e trineto de Eça de Queirós, conclui, esta quarta-feira, 15 de Maio, às 12h30, junto à rotunda em frente ao Hotel Faro, o percurso a pé que fez de toda a Estrada Nacional 2. 

O escritor percorreu os 738,5 quilómetros da estrada que liga Chaves a Faro.

À chegada, «o premiado escritor terá à sua espera uma numerosa comitiva, encabeçada pelo presidente da Câmara Municipal Rogério Bacalhau, que simbolicamente irá carimbar o seu “Passaporte EN2”», diz a autarquia.

Afonso Reis Cabral percorreu a mítica estrada buscando um conjunto de experiências e autenticidades únicas, que foi partilhando no seu diário de bordo no Facebook e que sairão posteriormente na revista Ler.

O escritor fez os 738,5 quilómetros sem qualquer planeamento de viagem, procurando pernoitar na casa das pessoas que vivem junto a esta estrada, de forma a conhecer as histórias e as tradições de uma das mais compridas e belas estradas do Mundo.

 

Quem é Afonso Reis Cabral:

Afonso Reis Cabral nasceu em 1990. Aos quinze anos publicou o livro de poesia Condensação. É licenciado em Estudos Portugueses e Lusófonos, fez mestrado na mesma área e tem uma pós-graduação em Escrita de Ficção.

Foi duas vezes à Alemanha de camião TIR em busca de uma história, a primeira das quais aos treze anos. Trabalhou numa vacaria, num escritório de turismo e num alfarrabista. Em 2014, ganhou o Prémio LeYa com o romance “O Meu Irmão”, que se encontra em tradução em Espanha e em Itália e já foi publicado no Brasil.

Tem contribuído com dezenas de textos para as mais variadas publicações. Em 2017, foi-lhe atribuído o Prémio Europa David Mourão-Ferreira na categoria de Promessa e, em 2018, o Prémio Novos na categoria de Literatura.

No final de 2018 publicou o seu segundo romance, “Pão de Açúcar”, com forte acolhimento por parte da crítica. Trabalha actualmente como editor freelancer. Nos tempos livres dedica-se à ornitologia, Scuba Diving e pugilismo.

Comentários

pub
pub