“É pró menino e prá menina” aborda questões de género no Cine-Teatro Louletano

O espetáculo tem entrada gratuita, a formação é paga

O espetáculo de teatro “É pró menino e prá menina”, uma encenação de Catarina Requeijo, na estreia absoluta no Sul do país desta criação artística da qual o Cine-Teatro Louletano é um dos coprodutores, vai apresentar-se nos dias 20 e 21 de Maio, naquela sala de Loulé, em sessões para escolas e um workshop para educadores, mediadores e outros artistas com interesse pela criação dirigida à infância.

“As meninas gostam de cor-de-rosa, brincam com bonecas e dançam ballet? Os meninos gostam de azul, brincam com carrinhos e jogam futebol? Ou as meninas jogam futebol e os meninos brincam com bonecas? O que é que as meninas podem fazer e os meninos não podem? O que querem ser (e podem ser) quando forem grandes?”.

Estas e outras questões colocadas às crianças, assim como as suas respostas, hesitações e também os seus silêncios, foram o ponto de partida para a construção do espetáculo a apresentar em Loulé.

Em cena, um homem e uma mulher darão corpo a várias situações e a diversas personagens. Para cima do palco, leva-se as questões de Género, procurando questionar estereótipos, retirar etiquetas e deixar o espectador com muitas, muitas dúvidas.

Trata-se de uma encomenda do São Luiz Teatro Municipal, em coprodução com Formiga Atómica Associação Cultural, Centro Cultural Vila Flor, Centro de Arte de Ovar e Cine-Teatro Louletano.

O espetáculo, com entrada gratuita, é dirigido a crianças entre os 3 e os 6 anos de idade e tem a duração prevista de 30 minutos.

A formação, com a duração prevista de três horas (das 18h00 às 21h00), custa 5 euros por pessoa. Esta requer inscrição prévia e limitada, a ser feita para o email cinereservas@cm-loule.pt ou através do número 289414604.

Comentários

pub
pub