GNR e Guardia Civil fiscalizam jovens finalistas à procura de drogas

Viagens de finalistas de alunos do Secundário têm historial associado ao abuso de droga e álcool

A GNR e a Guardia Civil espanhola estão, até esta segunda-feira, 8 de Abril, na fronteira de Vila Real de Santo António, para detetar o transporte de drogas e álcool dos jovens que vão a caminho do sul de Espanha para as tradicionais viagens de finalistas. 

A segunda fase da “Operação Spring Break” vai, então, fiscalizar os autocarros que transportam os finalistas.

O objetivo passa por «prevenir a adoção de comportamentos de risco, inerentes ao consumo de drogas e álcool, por parte da população jovem, que se desloca, nesta altura do ano, para o sul de Espanha e Catalunha em férias escolares», explica a GNR.

Militares e cães especialistas na deteção de droga «realizam ações de fiscalização junto às fronteiras terrestres, no sentido de detetar a prática de ilícitos associados ao consumo de estupefacientes, bem como garantir as condições de segurança dos veículos que irão transportar os jovens», refere ainda a GNR.

Estas ações também se estão a realizar nas fronteiras de Vilar Formoso (Guarda) e Caia (Portalegre).

As tradicionais viagens de finalistas de alunos do 12º ano, para locais como Lloret del Mar ou Torremolinos, têm um historial associado a abusos no consumo de droga e álcool.

Em 2017, um grupo de 1000 estudantes portugueses foi mesmo expulso do hotel devido a desacatos e vandalismo.

Comentários

pub
pub