É preciso «conhecer para amar e preservar» os monumentos do Algarve

Ao todo, serão 52 atividades, a ter lugar de Abril a Dezembro (com interrupção no Verão)


A edição 2019 do DiVaM foi lançada no sábado, 13 de Abril, no Castelo de Aljezur, com a assinatura dos protocolos entre a Direção Regional de Cultura do Algarve e as 23 associações participantes neste programa de dinamização e valorização dos monumentos algarvios.

Ao todo, serão 52 atividades, a ter lugar de Abril a Dezembro (com interrupção no Verão), na Fortaleza de Sagres, Ermida de Guadalupe, Castelos de Aljezur, Paderne e Loulé, Monumentos Megalíticos de Alcalar e Ruínas Romanas de Milreu.

O Sul Informação falou com Adriana Freire Nogueira, diretora regional de Cultura, que revelou as novidades da edição deste ano: mais dinheiro, mais agentes culturais envolvidos e mais atividades em estreia.

Depois dos protocolos assinados, o DiVaM começou com a atuação do XelbInSax Quartet, da Artis XXI, no Castelo de Aljezur.

Comentários

pub
pub