Azinheira de Mértola fica no pódio do Concurso Árvore Europeia do Ano

Amendoeira húngara foi a vencedora do concurso

A Azinheira Secular de Monte Barbeiro, freguesia de Alcaria Ruiva, em Mértola, ficou em terceiro lugar no concurso Árvore Europeia do Ano 2019, com 32.630​ votos. A vencedora foi a amendoeira húngara, com 45.132 votos, seguida do carvalho russo, que obteve 39.538 votos.

Inserida na Zona de Proteção Especial do Vale do Guadiana, a azinheira de Mértola (Quercus rotundifolia) distingue-se de outras da sua espécie pelas suas características invulgares, das quais se destacam o perímetro à altura do peito (PAP) de 3,56 metros, uma copa com 23,28 metros de diâmetro médio e uma área com cerca de 487 metros quadrados de copa.

«A melhor forma de perceber a sua grandiosidade é efetivamente pela sua sombra: ao sentarmo-nos debaixo da sua copa, faz com que o calor abrasador do Alentejo nos pareça suportável e nos permita contemplar a vastidão da planície envolvente, respirando a sua tranquilidade», realça a Câmara Municipal de Mértola, que «agradece a todos os que votaram na árvore».

A Azinheira Secular de Monte Barbeiro venceu o concurso Árvore do Ano 2019, promovido pela UNAC – União da Floresta Mediterrânica, o que lhe deu o direito de representar Portugal na votação para a Árvore Europeia do Ano.

Comentários

pub
pub