Ciclovia que vai ligar Castro Marim a Vila Real de Santo António já está a ser construída

Ciclovia vai permitir acesso à Reserva do Sapal

Os trabalhos de construção da ciclovia entre Castro Marim e Vila Real de Santo António, na EN122, arrancaram esta semana. A obra que tem uma extensão de cerca de 3 quilómetros, vai permitir, além do acesso Vila Real de St. António – Monte Gordo – Castro Marim, o acesso ao interior da Reserva do Sapal. 

Segundo a Câmara de Castro Marim, «a criação de novas infraestruturas cicláveis pretende interligar-se às políticas desportivas e culturais e de desenvolvimento do concelho de Castro Marim, numa perspetiva de valorização do património natural, mas também do cultural e edificado».

A autarquia explica que «será criada uma ciclovia lateral à via, sobre uma da plataforma já existente na direção poente, criada pela empresa Águas do Algarve, aquando da implantação do Sistema Intercetor de Águas Residuais de Castro Marim».

Francisco Amaral, presidente da Câmara, realça que «grande parte do nosso turismo é sénior, um tipo de público que aprecia a natureza, gosta de andar de bicicleta e de sair do conceito turístico de sol e praia. Por isso temos de alargar a oferta, aproveitando outros recursos do concelho, como é o caso da Reserva Natural do Sapal».

Esta é uma obra comparticipada pelo PO CRESC Algarve 2020, projeto PADRE, apoiada por Portugal e União Europeia, cofinanciada a 70% pelo FEDER.

A Câmara acrescenta ainda que «além desta ciclovia, deverá avançar brevemente para obra o projeto da ciclovia que ligará Castro Marim a Altura, na EN 125 – 6, a via de acesso à freguesia de Altura e ao IC27».

Neste caso trata-se de uma via ciclável com uma extensão de cerca de 5 quilómetros e a sua criação está integrada no projeto de valorização da rodovia que dá acesso às praias do concelho, nomeadamente no alargamento e repavimentação, na melhoria da drenagem e na inserção de uma rotunda onde agora existe um cruzamento.

 

Comentários

pub
pub