Final do Festival da Canção RTP será no Portimão Arena a 2 de Março

Final será apresentada por Filomena Cautela e Vasco Palmeirim

Se se interessa pelo Festival da Canção RTP reserve já na sua agenda a data de 2 de Março. É que a grande final da mais importante competição de música ligeira portuguesa, de onde sairá o representante de Portugal no Festival da Eurovisão, está marcada para o Portimão Arena, no dia 2 de Março.

A informação acaba de ser avançada na conferência de imprensa do Festival da Canção 2019, em Lisboa, onde foi também revelado que a final será apresentada por Filomena Cautela e Vasco Palmeirim.

Isilda Gomes, presidente da Câmara de Portimão, que está em Lisboa para essa conferência de imprensa, revelou ao Sul Informação que, de acordo com o protocolo assinado hoje, «não há qualquer transferência de dinheiros da Câmara para a RTP, apenas há um conjunto de despesas associadas a este tipo de eventos, nomeadamente alojamento e alimentação, que serão suportadas diretamente por nós».

No entanto, para isso, a Câmara portimonense vai contar com o apoio de unidades hoteleiras do concelho. É que o Festival da Canção acontece «numa altura do ano em que, as unidades hoteleiras que não estão fechadas, estão a meio gás. Nessa perspetiva, é um bom evento, porque trará mais ocupação hoteleira», acrescentou a autarca.

Mas as maiores mais valias de a cidade algarvia ser o palco da seleção final da canção portuguesa que rumará a Telavive, Israel, numa parceria entre a Câmara Municipal de Portimão e a RTP, têm a ver sobretudo com a divulgação da imagem e da oferta turística do concelho, não só a nível nacional, como internacional.

Assinatura do protocolo entre a Câmara de Portimão e a RTP

Para já, porque a Final será um programa «transmitido em direto pela RTP, RTP Internacional e RTP África», com imagens de Portimão. Depois, «há contrapartidas de emissões da RTP, ao longo do ano, que serão feitas em Portimão, nomeadamente associando à questão da Cidade Europeia do Desporto». É que, revelou Isilda Gomes, «pelo menos uma vez por mês, ao longo de toda a Cidade Europeia do Desporto, a RTP compromete-se a divulgar um evento», tudo para «fazer com que se fale e se oiça falar da CED, porque anteriormente passava muito pouco para o exterior».

Mas haverá igualmente «um programa importante de horário nobre que será transmitido a partir de Portimão, enquanto as promos dos artistas que irão cantar no Festival da Canção estão já a ser filmadas em Portimão, com experiências que os turistas também poderão ter aqui. Os cantores são mostrados a ter experiências no Autódromo Internacional, a jogarem golfe ou na marina, em workshops de doce fino, a fazer uma visita guiada ao Museu, um salto de paraquedas», entre outros aspetos da oferta turística portimonense.

Também haverá «imagens de Portimão que vão ser passadas na final, enquanto o artista que ganhar o Festival, quando for à Eurovisão, terá agarradas a si imagens de Portimão, que serão divulgadas a nível internacional».

«Há aqui uma dinâmica, Portimão está a associar tudo isto à parte turística, de forma a garantir que o maior retorno possível face ao investimento que terá de fazer», explicou a presidente da Câmara, nas suas declarações ao Sul Informação.

Foto de família dos compositores e dos intérpretes das 16 canções

Para quem quiser assistir em direto à Final do Festival da Canção, no Portimão Arena, serão disponibilizados bilhetes, «a preço quase simbólico», segundo fonte do gabinete de Isilda Gomes.

As semifinais ocorrerão nos dias 16 e 23 de Fevereiro nas instalações da RTP, em Lisboa. A primeira semifinal será conduzida por Tânia Ribas de Oliveira e Sónia Araújo, enquanto a segunda eliminatória será apresentada por Jorge Gabriel e Carlos Malato. Inês Lopes Gonçalves estará na Green Room nos três espetáculos.

A fechar, haverá a grande final, no Portimão Arena, a 2 de Março. Em 2018, a final do festival realizou-se no Pavilhão Multiusos de Guimarães, agora é a vez da cidade algarvia. Nos próximos três anos, a eliminatória nacional também se irá realizar em várias cidades portuguesas.

Depois de um ano especial, que representou a primeira ocasião em que Portugal acolheu o Festival Eurovisão da Canção, e que por isso gerou um alinhamento alargado de concorrentes, a edição de 2019 do Festival da Canção retoma o modelo de 2017 e contará com 16 canções a concurso.

14 resultam de convites diretos da RTP, uma vez mais tendo em conta a representação da diversidade de géneros musicais que tem sido aplicada desde que foi posta em prática uma remodelação do formato após um ano de pausa verificado em 2016.

Os dois restantes concorrentes chegaram de dois concursos promovidos pela Antena 1, um deles através do programa “Masterclass” e aberto a quem não tenha até aqui música editada, o outro através de um concurso de livre submissão pública.

Assim, entre os 16 autores das músicas concorrentes, contam-se nomes de compositores consagrados como André Tentúgal, Calema, Conan Osíris, D’Alva, D.A.M.A, Flak, Frankie Chavez, Lura, Miguel Guedes, NBC, Rui Maia, Pedro Pode, Surma e Tiago Machado, todos por convite direto da RTP. Haverá ainda uma canção composta por Mariana Bragada, através do programa “Masterclass”, e outra de Filipe Keil, escolhida através do concurso de livre submissão pública.

Vasco Palmeirim e Filomena Cautela, a dupla de apresentadores que estará na Final em Portimão

Comentários

pub
pub