Expulsão de Jonas «limitou» o jogo ao Benfica

Primeira parte dos encarnados foi «infeliz», no entender do técnico

A expulsão de Jonas «limitou o poder» que o Benfica estava a ter perante o adversário na segunda parte, considerou Rui Vitória, técnico dos encarnados, na conferência de imprensa após o jogo. 

Para o treinador, o Benfica não «pode cometer» erros como os que aconteceram no jogo frente ao Portimonense, que perdeu por 2-0.

«Uma equipa como a nossa tem de ter uma abordagem diferente. Na primeira parte, o adversário quase não fez nenhum remate e estava a ganhar», considerou.

Na opinião de Rui Vitória, a primeira parte do Benfica foi «infeliz», mas, no segundo tempo, «a equipa foi à procura de dar a volta ao jogo».

«Podíamos ter feito golos no início da segunda parte. Fomos uma equipa mais determinada, mas ficámos limitados com a expulsão», reforçou.

No final, os adeptos do Benfica, além de terem incendiado cadeiras do Estádio, mostraram lenços brancos à equipa. Rui Vitória assumiu, na sala de imprensa, a responsabilidade pela derrota.

«Sou o responsável pelo que se passa aqui. Em alta competição, os níveis de foco têm de ser mais elevados», concluiu.

Comentários

pub
pub