Albufeira mostra os seus usos e costumes em caixas de eletricidade

Caixas foram pintadas pelo artista Fábio Pontes, conhecido por Fly

As ruas do Centro Histórico de Albufeira estão mais coloridas. 32 caixas de distribuição de energia elétrica espalhadas pela baixa e pelo casco antigo da cidade estão a ser pintadas com imagens alusivas à história local.

«O cinzento caraterístico das caixas de distribuição de energia elétrica deu lugar a uma palete de cores, que retratam os usos e costumes da cidade, outrora vila piscatória», realça a Câmara de Albufeira.

O projeto, que vai custar cerca de 5 mil euros, partiu da autarquia, através do projeto ALBU.ST.ART que, em colaboração com a associação de artistas plásticos “100 Pavor”, «pretende melhorar a imagem do espaço público da cidade, ao mesmo tempo que dá a conhecer as raízes de Albufeira a quem por ali passa».

O Largo do Rossio, a Rua e o Beco Latino Coelho, bem como a área junto ao elevador da Praia do Peneco foram as primeiras zonas de intervenção do projeto, que consiste na pintura e embelezamento das caixas de distribuição de energia elétrica.

Ao todo, «serão 32 caixas a ganhar uma nova vida pela mão do artista Flávio Pontes, conhecido por Fly, que integra a “100 Pavor”», acrescenta a Câmara de Albufeira.

Na segunda fase do projeto, serão contempladas as caixas localizadas na Esplanada Frutuoso da Silva, Rua José Bernardo de Sousa (sobre o túnel), Praça da República, Rua do Correio Velho (largo), Rua do Cemitério Velho, Rua da Bateria, Porta da Cidade, Praça dos Pescadores (à entrada do Pontão e junto às escadas rolantes), em frente ao restaurante “A Tasca” e nas diversas casas de banho públicas.

Segundo a autarquia, as «caixas contam com pinturas que representam imagens e ícones alusivos aos costumes e tradições da antiga vila piscatória e incluem ainda referências ao multiculturalismo e à inclusão social que se vive no concelho».

 

Comentários

pub
pub