Assembleia Municipal de Albufeira aprova moção do BE contra o furo de Aljezur

Moção recomenda que AMAL e ONGAs façam «grande manifestação de ação e repúdio contra a intenção do governo manter a decisão de exploração de petróleo na costa algarvia»

A moção «Não à exploração de petróleo na Costa Vicentina e Algarve», iniciativa do Bloco de Esquerda, foi aprovado por maioria, na mais recente sessão da Assembleia Municipal de Albufeira, realizada a 16 de Agosto. Apenas o representante da CDU optou pela abstenção.

Miguel Pinheiro, deputado municipal do Bloco na AM de Albufeira, considera que «prosseguir para a exploração de hidrocarbonetos, petróleo e gás, é prosseguir para a possibilidade de um eventual acidente ambiental, com perdas materiais e imateriais irreversíveis para o setor público e privado, constituindo-se como uma gravíssima ameaça para um território cujos valores naturais são a principal razão da sua potencialidade turística e piscatória e por isso o suporte da sua economia».

A moção aprovada será agora entregue ao Governo, com a recomendação de que este «cesse o contrato com o consórcio ENI/GALP e aposte nas energias limpas e renováveis, seguindo as linhas orientadoras a nível nacional e da Europa que prevêem uma transição energética para uma economia sem emissões de CO2».

A iniciativa recomenda também que os municípios algarvios, através da AMAL, e conjuntamente com todas as associações ambientalistas e movimentos cívicos, «procedam à marcação de uma grande manifestação de ação e repúdio contra a intenção do governo manter a decisão de exploração de petróleo na costa algarvia».

Comentários

pub
pub