Livro mostra «excecional coleção de azulejos» oferecida por Ramalho Ortigão ao Museu de Faro

Um livro, que mostra uma «excecional coleção de azulejos», oferecida ao Museu de Faro, pela família de António Ramalho Ortigão, […]

Um livro, que mostra uma «excecional coleção de azulejos», oferecida ao Museu de Faro, pela família de António Ramalho Ortigão, em 1963, é apresentado este sábado, 23 de Junho, às 15h00. 

«Filho ilustre de Faro e um distinto oficial da Marinha, António Ramalho Ortigão tem o seu nome ligado aos museus e à cultura», diz a Câmara de Faro.

O livro, que se chama ““António Ramalho Ortigão e a Coleção de Azulejaria do Museu Municipal de Faro”, resulta de um trabalho de investigação desenvolvido por Marco Lopes (diretor do Museu Municipal de Faro), Alexandre Pais e Constança Azevedo (conservadores do Museu Nacional do Azulejo).

A publicação, editada pela autarquia de Faro e apoiada pelo Montepio, recebeu uma Menção Honrosa em 2017 pelo Prémio SOS Azulejo na categoria de Investigação em História de Arte.

A sessão contará com a presença de Rogério Bacalhau, presidente da Câmara de Faro, da família de Ramalho Ortigão e de representantes da Marinha, que ainda hoje preserva a sua memória no museu marítimo da capitania e dos investigadores do Museu Nacional do Azulejo.

Comentários

pub
pub