Universidade do Algarve levou oferta formativa a Moçambique

A Universidade do Algarve (UAlg) esteve presente, entre os dias 3 e 5 de Maio, na Educa Moçambique – Feira […]

A Universidade do Algarve (UAlg) esteve presente, entre os dias 3 e 5 de Maio, na Educa Moçambique – Feira e Conferência Internacional de Educação, que decorreu no Centro de Conferências Joaquim Chissano, em Maputo.

Mais uma vez, a Universidade do Algarve divulgou a sua oferta formativa junto de uma comunidade internacional. A academia algarvia apresentou a instituição, os cursos ministrados e abordou questões como o custo de vida e os apoios de que os estudantes estrangeiros podem usufruir se escolherem “Estudar Onde é Bom Viver”.

Durante os três dias, os alunos das escolas do Ensino Secundário de Maputo foram presença assídua no certame, tendo como principal interesse os cursos de licenciatura e mestrado. A língua de ensino e a experiência que a Academia algarvia detém no acolhimento de estudantes internacionais, que permite ao estudante uma experiência académica única, de grande proximidade entre estudantes e professores, foram fatores determinantes para que os jovens moçambicanos procurassem o stand da UAlg.

No primeiro dia, 3 de Maio, o stand da UAlg recebeu a visita de Maria Amélia Paiva, embaixadora de Portugal em Moçambique.

Ainda durante esse dia, Nuno Bicho, coordenador do Centro Interdisciplinar de Arqueologia e Evolução do Comportamento Humano (ICArEHB) e membro da comitiva da UAlg que se deslocou a Moçambique, reuniu com o Gabinete de Cooperação da Universidade Eduardo Mondlane, aproveitando a ocasião para estudar novas possibilidades de cooperação conjunta entre as instituições.

Durante o evento, a UAlg divulgou ainda os seus programas de férias (cursos de curta duração) destinados a alunos internacionais. Os “Summer Campus”, para alunos até aos 18 anos que pretendem ingressar no Ensino Superior, e os “Mid Season Campus”, destinados a investigadores e alunos que já frequentam o Ensino Superior, que têm como objetivo divulgar a formação avançada da UAlg em duas áreas distintas: Economia e Biologia/Ciências do Mar.

A Educa Moçambique – Feira e Conferência Internacional de Educação teve como públicos-alvo estudantes, educadores, profissionais do ensino, empresas de educação, institutos culturais, entre outros.

Na sua edição anterior, em 2017, o evento contou com a participação de cerca de 100 expositores e mais de 35 mil visitantes, dos quais 50% eram candidatos ao Ensino Superior.

A participação da UAlg insere-se no projeto “Algarve is Our Campus – Study and Research in Algarve”, cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Algarve – CRESC Algarve 2020, através do Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Internacionalização, que tem como objetivo promover e reforçar a notoriedade e atratividade da Universidade do Algarve e da região, através da implementação de ações que visam a internacionalização e o consequente aumento do número de estudantes, docentes e investigadores internacionais.

Todos os anos a UAlg «recebe mais de 1500 alunos estrangeiros provenientes de mais de 70 países, o que resulta numa oportunidade única de contacto multicultural, apresentando para os alunos deste país africano grandes vantagens como a qualidade de ensino, a proximidade geográfica, as características naturais e a cultura dos portugueses».

Comentários

pub
pub