Centro Internacional sobre o Envelhecimento vai ser lançado na Universidade do Algarve

O Centro Internacional sobre o Envelhecimento (CENIE) vai ter o seu lançamento nacional, na próxima sexta-feira, dia 17 de Novembro, […]

O Centro Internacional sobre o Envelhecimento (CENIE) vai ter o seu lançamento nacional, na próxima sexta-feira, dia 17 de Novembro, às 15h00, na sala de seminários da Reitoria da Universidade do Algarve (UAlg).

Este projeto resulta de um consórcio que, além da Universidade do Algarve, é composto pela Direção Geral de Saúde, pela Fundación General de la Universidad de Salamanca e pela Fundación General del Consejo Superior de Investigaciones Científicas.

Segundo a UAlg, «este projeto nasce do reconhecimento de que a sociedade atual se encontra num processo global de envelhecimento, devido a um aumento progressivo da esperança média de vida e da redução das taxas de natalidade, provocando uma alteração das pirâmides demográficas com importantes repercussões sociais e económicas».

A principal missão do CENIE é, segundo a academia algarvia, «consolidar-se como um centro de excelência internacional no que toca à investigação e à inovação na área do envelhecimento, liderando, através de uma colaboração transfronteiriça, a promoção do conhecimento e da investigação nesta área».

O CENIE funcionará nas diversas sedes dos associados espanhóis e portugueses. A coordenação portuguesa é assegurada por Sandra Pais, docente e investigadora da Universidade do Algarve.

O projeto CENIE é parte integrante do “Programa de Cooperación Interreg V a España-Portugal (POCTEP) 2014-2020 e, segundo a UAlg, «tem como principais objetivos sensibilizar a sociedade e gerar uma mudança de atitude que promova o envelhecimento como uma fonte de oportunidades e não como uma ameaça».

O consórcio «pretende promover a investigação, inovação e o desenvolvimento, no sentido de enfrentar o fenómeno do envelhecimento populacional como uma oportunidade de desenvolvimento económico e social, incentivando a criação de novos investigadores e novos perfis profissionais, especializados na área do envelhecimento».

O CENIE tem ainda como objetivo «testar e implementar modelos de cuidados que transformem as comunidades transfronteiras em territórios empenhados com o fenómeno do envelhecimento, amigos das pessoas mais velhas e qualificados para atender às necessidades dos idosos que estão em cada território, sejam eles residentes ou turistas nacionais ou estrangeiros», conclui a UAlg.

Comentários

pub
pub