Vítor Neto é o novo presidente do Conselho Geral da UAlg e quer potenciar contributo da universidade para a região

Vítor Neto, responsável máximo pelo NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve, foi eleito esta segunda-feira, dia 19 de […]

Vítor Neto, responsável máximo pelo NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve, foi eleito esta segunda-feira, dia 19 de Junho, presidente do Conselho Geral da Universidade do Algarve. O empresário algarvio foi uma das dez personalidades externas cooptadas para este órgão da UAlg que tomaram posse numa cerimónia que decorreu hoje, dia 19 de Junho, no Campus das Gambelas da UAlg (Faro), e foi eleito, momentos depois, para presidir ao Conselho Geral nos próximos quatro anos.

«A Universidade do algarve é uma instituição muito importante na nossa região, não só porque é criadora do conhecimento e transmissora desse saber para os estudantes, mas também pela sua relação com a economia da região. Eu, enquanto empresário e como pessoa que já teve responsabilidades institucionais, penso que a universidade pode dar um contributo ainda maior, uma visão integrada da nossa região, para que o Algarve se possa afirmar com mais força e regularidade. É isso que eu vou procurar fazer», disse ao Sul Informação Vítor Neto, pouco depois de ter sido escolhido para o cargo.

O Conselho Geral da universidade algarvia não é, de resto, terreno novo para Vítor Neto, que já fazia parte do anterior elenco deste órgão, como membro cooptado. «Este é um órgão com caraterísticas muito próprias. […] É um órgão discreto, quem dirige a universidade é o reitor», lembrou.

Ainda assim, acredita, há espaço para que o Conselho Geral dê «um contributo ainda melhor». «Estando aqui representados professores das faculdades e das escolas superiores, os estudantes, funcionários e membros externos que representam experiências diversas, podemos, em conjunto, criar condições para um salto qualificativo», considerou. O objetivo é que a UAlg «melhore ainda mais e possa ter um papel mais ativo e  interveniente na região, para bem do Algarve».

O primeiro passo, que Vítor Neto defendeu que deverá «ser eficaz e lançado em breve», será o lançamento do processo eleitoral para o novo reitor . «O que é certo é que será já este ano. É fundamental não arrastar muito e não adiar, porque isso tem consequências no funcionamento da própria universidade», acredita.

Na reunião de hoje, a primeira com todos os membros que terão assento no Conselho Geral nos próximos quatro anos, já foi «discutida a calendarização das reuniões», com a questão das eleições para a reitoria a ter lugar na ordem do dia da próxima reunião deste órgão, segundo apurou o Sul Informação.

O Conselho Geral da Universidade do Algarve é composto por 35 elementos, 25 deles eleitos – 18 professores, seis alunos e um representante do pessoal não docente e não investigador – e 10 personalidades externas que por eles são escolhidas e convidadas a pertencer ao órgão.

Os membros cooptados são, além de Vítor Neto, Ana Cristina Jacinto da Silva (Vogal da Comissão Executiva do Programa Operacional Temático Capital Humano, Portugal 2020), Filipe Duarte Branco da Silva Santos (Professor Catedrático, Diretor do Centro de Física Nuclear da Universidade de Lisboa), Henrique Luz Rodrigues (Presidente da Autoridade Nacional do Medicamento), Humberto Félix Teixeira da Conceição (Empresário, Grupo Hubel), João Augusto Castel-Branco Goulão (Diretor-geral do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências – SICAD), José Rui Felizardo (CEO do CEIIA-Centro para a Excelência e Inovação da Indústria Automóvel), Luís Filipe Canadas Ferrinho (CEO Omnibees e Grupo Visualforma), Paulo Jorge de Lima Dentinho (Diretor de Informação, RTP) e Maria Teresa de Pinho Marques Espassandim (Psicóloga, Direção Nacional da Ordem dos Psicólogos Portugueses).

Os professores elegeram como representantes Ana Cristina Coelho, Ana Isabel Guerra, Ana Teresa Maia, Anabela Romano, António Guerreiro, António Mortal, Carina Infante do Carmo, Efigénio Rebelo, Hélder Carrasqueira, Isménio Martins, José Moreira, José Pacheco, Luís Vieira, Manuel Célio da Conceição, Marco Carrasco, Maria Palma Mateus, Rui Graça e Costa e Saúl de Jesus.

Os estudantes elegeram Adriana do Carmo, Jorge Estevão, Marília Martins, Ricardo Gonçalves, Rodrigo Teixieira e Tomás Martins. O representante do pessoal não docente é Amadeu Cardoso.

 

Sobre Vítor Neto:

Vítor Neto, membro do anterior Conselho Geral da Universidade do Algarve, é um dos maiores especialistas portugueses em Turismo.

Natural de S. Bartolomeu de Messines, foi secretário de Estado do Turismo nos XIII e XIV Governos, entre Novembro de 1997 e Abril de 2002, e sucessivamente deputado à Assembleia da República.

Empresário e gestor, é presidente do grupo empresarial «Teófilo Fontainhas Neto» com atividades nas áreas da agroindústria (exportação), distribuição, turismo e imobiliária.

É presidente do NERA – Associação Empresarial do Algarve, vice-presidente da AIP e membro da Direção da CIP-CEP (Confederação Empresarial de Portugal). É presidente da Comissão organizadora da BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa).

Conferencista, articulista, colabora com várias instituições na área do Turismo e com a OMT (Organização Mundial de Turismo), tendo sido membro do seu Conselho Estratégico (2001-2008).

Foi cônsul honorário de Itália, no Algarve. Em 2005, foi condecorado pelo Presidente da República Jorge Sampaio, com a Ordem do Infante D. Henrique, Grau Grande Oficial. Foi também condecorado, em 2016, com uma das Medalhas do Turismo pela Região de Turismo do Algarve.

Comentários

pub
pub