Polícia já iniciou negociações com o sequestrador de Lagos (com fotos)

Já começaram as negociações entre a polícia e o homem que se barricou, armado com uma caçadeira de canos serrados, […]

Sequestro em Lagos_3Já começaram as negociações entre a polícia e o homem que se barricou, armado com uma caçadeira de canos serrados, nas instalações da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagos, esta manhã.

O homem «mantém 3 reféns no local, todos adultos», segundo apurou a repórter do Sul Informação junto da comissária Maria do Céu Viola, que já havia revelado que o sequestrador, um português de 40 anos, disparou sobre os primeiros elementos da PSP que se dirigiram ao local, «ferindo um, ligeiramente, na cabeça».

Quem alertou as autoridades foi Carlos Cordeiro, um utente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, que se dirigiu ao local cerca das 9h15, acompanhado pelo filho de onze anos.

Sequestro em Lagos_2«Entrei e vi um homem encostado à porta da casa-de-banho, com uma caçadeira de canos serrados na mão. Ele perguntou-me o que é que eu ia lá fazer e eu respondi que tinha uma reunião agendada. Ele perguntou se eu queria chamar a PSP, eu não respondi e ele acrescentou que era melhor eu ir-me embora, o que fiz, a pensar na segurança da criança», revelou Carlos Cordeiro, ao Sul Informação.

O edifício onde o homem se barricou fica junto à Escola Secundária Júlio Dantas, zona que foi vedada pela polícia, que depressa montou um perímetro de segurança de 500 metros.

A escola foi evacuada por precaução, numa primeiro momento, mas as aulas estão agora a decorrer com normalidade, apesar de os alunos estarem a ser impedidos de se aproximar da cerca da escola mais próxima do edifício.

As razões que levaram o homem a cometer o ato estão a ser apuradas pelo negociador que já entrou em contacto com o homem, que a polícia presume ser residente na zona de Lagos.

No local, estão cerca de cem elementos da PSP.

 

 

Fotos: Elisabete Rodrigues/Sul Informação

Comentários

pub
pub