António Zambujo, Mayra Andrade e muito mais animam o «Verão em Tavira»

Cultura e artes voltam a ser uma presença quase constante, em Tavira, nos meses de julho, agosto e setembro. O […]

Cultura e artes voltam a ser uma presença quase constante, em Tavira, nos meses de julho, agosto e setembro. O município lançou novo programa de animação cultural «Verão em Tavira», que conta, entre os seus principais atrativos, com atuações de António Zambujo, Mayra Andrade e um concerto com Naifa e Dead Combo, entre outros, para além do teatro de rua e do Jazz com que a autarquia tavirense vem habituando o público.

O multifacetado programa proposto inclui teatro, música, cinema, dança, artes visuais, literatura, visitas ao património monumental, folclore, desporto, feiras temáticas do livro, gastronomia, antiguidades e velharias, ofícios, entre outros.

Uma oferta para todos os gostos e idades (e nacionalidades), com participação dos agentes culturais regionais e concelhios, mas também com muitos artistas nacionais e internacionais.

O programa «responde aos interesses da população residente e à procura de oferta cultural por parte de milhares de pessoas de muitas nacionalidades que visitam Tavira nas suas férias». «É, também, uma oportunidade anual para mostrar e conhecer a cultura portuguesa nas suas diversas formas de expressão, um programa multidisciplinar, aberto a outras culturas, onde o divertimento e lazer se harmonizam com o acesso ao conhecimento e enriquecimento pessoal», ilustrou a autarquia tavirense.

Os concertos musicais com alguns nomes bem conhecidos da música portuguesa são um dos principais pontos de atração deste programa. Esses espetáculos acontecem no parque do Palácio da Galeria, que acolherá António Zambujo a 17 de Julho, Mayra Andrade a 14 de Agosto e Naifa com os Dead Combo a 21 de Agosto.

Esta é apenas uma pequena parte do que se irá passar em Tavira, ao longo dos próximos três meses. A festa começa logo a 1 de julho, com a 10ª edição do Festival Internacional de Teatro e Artes na Rua «Cenas na Rua», que decorre até dia 13 do próximo mês e animará praças e largos da cidade. Logo no dia 1, estarão presentes os espanhóis Deabru Beltzak com a representação «Tambores de Fogo». Segue-se a Companhia Maravilla Teatro y Musica, no dia 2, os Ytuquepintas (3 e 4) Capitan Maravilla (5 e 6), o regresso a Tavira dos catalães Circ Panic (dia 7), Max Calaf, da Grã Bretanha (dia 8), os portugueses Teatro ao Largo (dia 9), Músicas no Ar (dia 10), Ao luar Teatro (dia 11) e a Armação do Artista (dias 12 e 13).

Outra iniciativa sempre muito aguardada e que já é uma marca do Verão tavirense é o «Jazz no Palácio», que vai “invadir” terraço do Palácio da Galeria na segunda quinzena de julho. Este evento conta com três concertos: Desidério Lázaro em sexteto (dia 24), a voz premiada em Montreux de Maria Mendes (dia 25) e o Quarteto do Hot Club de Portugal com Sara Serpa (dia 26).

A música também será uma presença habitual na Praça da República e no Jardim do Coreto, que vão contar, todas as semanas de verão, com uma programação variada, que trará filarmónicas, folclore, fado, músicas tradicionais e do mundo, ópera, danças de salão, tango e muitas outras novidades à Baixa da cidade.

No cinema, destaque para as já bem conhecidas Mostras de Cinema Europeu e Não-europeu, organizadas pelo Cineclube de Tavira. A 14ª edição da Mostra de Cinema Europeu de Tavira vai ter lugar 12 a 21 de julho, nos claustros do Convento do Carmo. O mesmo local acolhe a Mostra de Cinema Não-Europeu, de 1 a 11 de agosto. As sessões são ao ar livre e começam sempre às 21h30.

Um programa cultural não seria o mesmo sem contemplar exposições. No caso do «Verão em Tavira» estão previstas várias exposições em simultâneo: O Palácio da Galeria recebe as mostras «Memória e Futuro» e «Dieta Mediterrânica, Património Cultural Milenar», o Núcleo Islâmico dá a conhecer a «Tavira Islâmica» e as escolas da cidade sugerem a exposição «(Re)criar a época islâmica».

No Quartel da Atalaia o público pode visitar, até 31 de agosto, a exposição que assinala o 40º aniversário da Revolução de Abril «Liberdade e coerência cívica- o exemplo de Ernesto Melo Antunes- na Historia Contemporânea Portuguesa».

Para além de exposições, o Museu Municipal de Tavira continuará a dinamizar, mensalmente, os «Passeios e comeres da Dieta Mediterrânica». Em julho, o passeio será sobre os mariscadores, em agosto, sobre a alfarroba e amêndoa, enquanto a vinha e o vinho estarão em foco em setembro). A mesma entidade promoverá um “Passeio na História de Tavira” à Igreja de Nossa Senhora do Carmo, no dia 5 de julho.

 

Feira da Dieta Mediterrânica volta em setembro

A Câmara de Tavira vai realizar nova edição da Feira da Dieta Mediterrânica de 5 a 7 de setembro. Esta será a segunda edição do certame, lançada devido ao «sucesso da primeira edição e para festejar a inscrição da Dieta Mediterrânica pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade, ocorrida a 04 de Dezembro de 2013, em Baku».

Um mercado de produtores, atividades gastronómicas e oficinas de cozinha, provas de azeites e vinhos, música mediterrânica, a promoção de estilos de vida saudáveis, aconselhamento e prevenção de doenças cardiovasculares e nutricional, seminários, exposições, cicloturismo, jogos tradicionais, visitas guiadas e passeios ao património são alguns dos atrativos do certame.

A guitarra portuguesa de Luísa Amaro, o cavaquinho de Júlio Pereira e outros sons do sul estarão nesta festa de celebração da cultura mediterrânica.

As Feiras do Livro (18 a 31 de julho), dos Ofícios (06 a 14 de agosto), de Antiguidades e Velharias (16 a 26 de agosto) e dos Stocks (28 a 31 de agosto) mantêm-se, como nos anos transatos, junto ao rio.

Durante todo o verão haverá nas piscatórias Santa Luzia e Cabanas e restantes freguesias e localidades, diversas festas tradicionais, festivais de folclore, mercados com muita animação.

Comentários

pub
pub