Europeias: Algarve aposta no PS e CDU e “castiga” mais o PSD/CDS que a média nacional

O PS venceu as Eleições Europeias no Algarve, como aconteceu a nível nacional, embora com uma percentagem de 31,01, ligeiramente […]

O PS venceu as Eleições Europeias no Algarve, como aconteceu a nível nacional, embora com uma percentagem de 31,01, ligeiramente abaixo da média nacional.O PS venceu também em todos os 16 concelhos algarvios.

Nos resultados a nível regional, já totalmente apurados, a grande derrotada é a coligação de direita «Aliança Portugal», que apenas conseguiu 21,91 por cento dos votos, cerca de 6 pontos percentuais abaixo daquilo que conseguiu, a nível nacional.

Quem também pode cantar vitória é a CDU, que foi a terceira força mais votada, com 14, 01 por cento e o MPT, que ficou em quarto, com 7,42 por cento dos votos. A CDU foi a segunda força mais votada em três municípios: Aljezur, Silves e Vila Real de Santo António.

À semelhança  daquilo que aconteceu no resto do país, a abstenção foi mesmo a grande vencedora, com os números a ultrapassar os 70 por cento, no Algarve (71,45 %).

Fazendo uma comparação com as Eleições Europeias de 2009, percebe-se melhor o crescimento do PS, que consegue quase 7 por cento mais votos que há cinco anos e a descida vertiginosa do PSD/CDS-PP, que, juntos, conseguiram menos votos que os social-democratas sozinhos, em 2009, no Algarve.

Na prática, a descida é dos 36,85 por cento (somando os votos das duas forças agora em aliança, então com candidaturas separadas) para os 21,91 por cento, ou seja, perto de 15 pontos percentuais.

Já a CDU, que em 2009 havia ficado atrás do Bloco de Esquerda, consegue subir dos 10,49 por cento para mais de 14 pontos percentuais.

O MPT consegue um resultado histórico e fica à frente do BE, que também registou uma queda bem significativa na região, dos 16,58 % em 2009, para os 6,9 por cento, nas eleições de hoje.

Os bloquistas só ficaram à frente do partido de Marinho e Pinto em Lagoa, Vila do Bispo, Portimão, Vila Real de Santo António e Olhão.

 

Comentários

pub
pub