Macário Correia assume cargo de administrador da ALGAR antes do final da semana que vem

Macário Correia vai assumir o cargo de administrador delegado da empresa pública Algar antes do final da próxima semana. Segundo […]

Macário Correia vai assumir o cargo de administrador delegado da empresa pública Algar antes do final da próxima semana. Segundo apurou o Sul Informação  junto de diversas fontes, Macário Correia começará já a trabalhar em pleno, mas a sua cooptação só será ratificada na próxima Assembleia Geral da empresa, que deverá acontecer após o final do primeiro trimestre do ano.

O convite para administrar a empresa responsável pela valorização e tratamento dos resíduos sólidos urbanos do Algarve surge poucos meses depois de ter saído da Câmara de Faro.

O ex-autarca e ex-secretário de Estado do Ambiente vai substituir no cargo José Manuel Perdigão, que regressa à empresa Águas do Algarve SA, onde já trabalhava na área financeira antes de ser nomeado para a administração da Algar, para substituir Hélio Barros, em 2012. Na mesma altura, Isabel Soares saía da presidência da Câmara de Silves para assumir o cargo de administradora delegada da Águas do Algarve.

Contactado pelo nosso jornal, Macário Correia diz que não faz «qualquer comentário» nem tem «nada a acrescentar a esse assunto». «A minha preocupação, neste momento, é resolver um problema de dor de cotovelo, algo que nunca tinha tido antes», brincou, referindo-se à recuperação de uma cirurgia a que foi recentemente sujeito, depois de ter partido um braço.

Terá sido esta mazela que impediu que a entrada em funções de Macário Correia tivesse acontecido logo no início do ano e o que ainda lança alguma incerteza na data exata da sua entrada ao serviço. Certo é, asseguraram diferentes fontes, que a ida de Macário Correia para a Algar está por dias.

A Algar Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos SA, responsável pela gestão do Sistema Multimunicipal de Recolha Seletiva, Triagem e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Algarve, é detida a 56% pela EGF – Empresa Geral do Fomento SA, que assim detém a maioria do Capital Social, e pelos 16 municípios do Algarve com os restantes 44%.

Comentários

pub
pub