Ikea recruta 300 pessoas para nova loja do Algarve a abrir em 2014

A Ikea Portugal vai recrutar 300 pessoas para a sua nova loja no Algarve, que abre no segundo semestre de […]

A Ikea Portugal vai recrutar 300 pessoas para a sua nova loja no Algarve, que abre no segundo semestre de 2014, mas o processo de recrutamento só começa, na melhor das hipóteses, «no final deste ano ou princípio do próximo», revelou ao Sul Informação João Duarte, responsável de comunicação do grupo sueco no nosso país.

João Duarte acrescentou que, «mais do que a componente de formação técnica», o que o grupo Ikea procura nas pessoas a contratar é «a a sua personalidade e identificação com os valores do Ikea».

Isso mesmo já tinha sido adiantado por Catarina Tendeiro, diretora de Recursos Humanos da empresa, em entrevista ao «Diário Económico».

Aquela responsável disse que a loja do Algarve, que vai abrir no 2º semestre de 2014, situada junto ao nó da Via do Infante, em Loulé, procura «pessoas humildes, que gostem de trabalhar em equipa, que tenham orientação para o cliente, gosto pela decoração e que estejam constantemente disponíveis para novos desafios».

Acrescentou ainda que está prevista a abertura de quatro outras lojas do grupo sueco até 2020, que deverão elevar para 10 mil os postos de trabalho diretos e indiretos gerados pela empresa em Portugal.

Catarina Tendeiro disse que o Grupo Ikea cria oportunidades de progressão aos seus colaboradores, havendo já «portugueses a trabalhar na China, no Japão, na Austrália e nos EUA».

A diretora de Recursos Humanos salientou que o grupo Ikea tem «um sistema interno em que as pessoas se podem candidatar a qualquer vaga no mundo».

O grupo sueco tem também programas que permitem apoiar a progressão interna dos seus funcionários e recentemente deu início a um outro programa para desenvolver a liderança.

«Como vamos abrir a loja no Algarve, em breve, queremos internamente desenvolver os nossos futuros líderes. Selecionámos colaboradores com potencial de liderança. Concorreram 88 pessoas a este programa que tiveram que passar por um conjunto de testes para aferir as suas competências de gestão e liderança. No final foram escolhidas 25 pessoas. Chama-se Leaderland e dura um ano. Tem duas componentes: dar a conhecer melhor a área comercial e garantir o desenvolvimento pessoal com o acompanhamento de um coach».

Comentários

pub
pub