Crise na Grécia vence Prémio Estação Imagem / Mora

“Grécia, onde a crise económica criou uma catástrofe social” é o título da reportagem que valeu ao fotógrafo Bruno Simões […]

“Grécia, onde a crise económica criou uma catástrofe social” é o título da reportagem que valeu ao fotógrafo Bruno Simões Castanheira a conquista do principal galardão do Prémio de Fotojornalismo Estação Imagem/Mora.

Os vencedores da quarta edição do prémio foram anunciados sábado numa cerimónia no auditório municipal de Mora (Évora).

Dedicado exclusivamente à reportagem, o concurso é promovido pela associação Estação Imagem, com sede em Mora, e pelo município alentejano.

O concurso, com outras sete categorias, além do galardão principal, estreou-se em 2010 e, nesta quarta edição, inscreveram-se 167 fotojornalistas, que submeteram à apreciação do júri 492 reportagens.

A categoria em estreia este ano, Assuntos Contemporâneos, teve como primeiro classificado João Carvalho Pina, que “assina” a reportagem “Shadow of the Condor”. Em segundo lugar, ficou Nelson Garrido, com “Home Less”, e em terceiro Patrícia de Melo Moreira, com “Crise Portuguesa”.

Em Notícias, o primeiro lugar foi para Pedro Nunes, com “A Crise Envergonhada”, enquanto Pedro Armestre ficou em segundo (“Gurugú”) e António Pedro Santos em terceiro (“A Crise é o Maior ‘Reality Show’ do Mundo”).

Em Série de Retratos, o júri deu o primeiro prémio a Daniel Rocha, autor de “O desemprego tem um Rosto”, o segundo a “Forgotten”, de Mário Macilau, e o terceiro a “Os Anjos de S. Bartolomeu do Mar”, de Alfredo Cunha.

O primeiro lugar na categoria de Vida Quotidiana coube a António Pedro Soares (“Santa Filomena. Num Instante, a Casa Cai”), tendo o júri atribuído o segundo prémio a Augusto Brázio (“Estação de Brinches-Serpa”) e o terceiro a Pedro Elias (“Dead Taxi Drivers”).

Octávio Passos, com “Inferno na Ilha da Madeira”, ganhou o primeiro prémio em Ambiente, seguido de Gabriel Tizón, com “Vidas no Lixo”, e, em terceiro lugar, Pedro Armestre, autor de “Incêndios”.

“A Virgem Doida”, de Bruno Simão, foi a reportagem que ganhou Arte e Espetáculos, que só teve mais um galardoado, Paulo Pimenta, com “Aduela”, enquanto, na categoria Desporto, apenas foi premiado Daniel Rodrigues, por “Futebol Africano”.

Além de todas estas reportagens, foi ainda atribuída a Bolsa Estação Imagem 2013 a António Pedrosa, que vai desenvolver o projeto “Caça Grossa”, ao longo do próximo ano.

 

Veja aqui as fotoreportagens premiadas.

 

 

Comentários

pub
pub