S. Martinho das Amoreiras homenageia o Dr. Calapez Garcia

Uma homenagem póstuma a António Calapez Garcia, médico e deputado odemirense que recebeu a Medalha de Ouro do Ministério da […]

Uma homenagem póstuma a António Calapez Garcia, médico e deputado odemirense que recebeu a Medalha de Ouro do Ministério da Saúde e se destacou pela sua ação em prol do desenvolvimento do concelho e da região, vai ter lugar a 16 de fevereiro, em S. Martinho das Amoreiras (Odemira).

A homenagem incluirá a celebração de uma missa na Igreja Paroquial, pelas 14.45h, e uma cerimónia, no Largo Eng.º Adelino Amaro da Costa, pelas 15h15, com a inauguração de um pedestal evocativo.

A iniciativa é promovida por um conjunto de individualidades, que contam com o apoio do Município de Odemira, Junta de Freguesia de S. Martinho das Amoreiras e Associação Cultural e Desportiva de S. Martinho das Amoreiras.

António Calapez Garcia recebeu em 2006 a Medalha de Mérito Municipal do Concelho de Odemira e em 2009 recebeu a Medalha de Ouro do Ministério da Saúde, entregue pela Ministra da Saúde de então, Ana Jorge.

Nasceu a 13 de fevereiro de 1921, na freguesia de S. Luís, concelho de Odemira, tendo os seus pais, ambos professores primários, fixado residência em S. Martinho das Amoreiras dois anos depois.

Em 1947 licenciou-se pela Faculdade de Medicina de Lisboa. Em 1949 iniciou as funções de médico da Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras; em 1952 tomou posse como médico municipal; entre 1952 e 1967 foi assistente voluntário de prestação de cuidados médico-cirúrgicos no Hospital da Misericórdia de Odemira.

Em 1960 foi nomeado Subdelegado de Saúde Substituto do concelho de Odemira; em 1981 iniciou as funções de Subdelegado de Saúde e de Diretor do Centro de Saúde de Odemira, período em que são construídas ou melhoradas diversas Extensões de Saúde no concelho e construído o Centro de Saúde de Odemira.

Em 1983 recebeu o grau de Assistente de Saúde Pública, lugar que acumulou com o de Diretor do Centro de Saúde de Odemira; em 1989 integrou a Comissão Instaladora da Sub-Região de Saúde do Distrito de Beja. Aposentou-se em 1991, mas continuou a exercer as funções de médico até à data em que faleceu, no dia 14 de julho de 2010, sendo naquela data o médico mais antigo, em funções, no Distrito de Beja.

Teve também intensa carreira política, tendo sido eleito por três vezes deputado, nas legislaturas de 1957/1961, 1965/1969 e 1972/1974.

Desde 1960 esteve envolvido na definição do Plano de Rega do Alentejo, que foi aprovado em 1967, que incluía as barragens do Alqueva e de Santa Clara. Em 1969, foi um dos impulsionadores da criação da ORISUL – União Cooperativa de Santiago de Cacém, Roxo, Mira e Ferreira do Alentejo e da UNISUL, que integrou também a Cooperativa de Coruche, da qual resultou a criação de uma unidade de produção, conserva e comercialização de concentrado de tomate.

Neste ano foi Delegado da Junta da Província do Baixo Alentejo na Comissão Diretiva da Região Plano Sul, vogal da Federação dos Grémios da Lavoura do Baixo Alentejo (sendo nessa qualidade um dos principais impulsionadores do Matadouro Regional de Beja) e foi um dos grandes dinamizadores da constituição e arranque das Cooperativas do Roxo, Ferreira do Alentejo e Mira.

Foi Presidente da Assembleia Geral da Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras, desde 1980 até pouco tempo antes do seu falecimento, e em 1989 foi eleito Presidente da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Odemira, cargo que exerceu até à data do seu falecimento.

Comentários

pub
pub