Portimão cancela F1 de Motonáutica e destina 350 mil euros que ia gastar à compra de ventiladores

Cancelamento vem na sequência das medidas já adotadas pela autarquia

O município de Portimão cancelou o Grande Prémio de Fórmula 1 de Motonáutica, doando os 350 mil euros que iria gastar nessa prova à aquisição de ventiladores hospitalares, noticia o jornal Observador.

O GP de F1H2o, tradicional etapa do circuito mundial da modalidade, iria disputar-se na zona ribeirinha de Portimão, entre os dias 8 e 10 de Maio.

«Esta medida de saúde pública reforça a estratégia adotada pelas autoridades municipais [de Portimão] no sentido de combater eficazmente a pandemia, cancelando todo o tipo de eventos sociais, culturais e desportivos, ao mesmo tempo que vai contribuir para o reforço do equipamento aplicado ao tratamento dos pacientes da unidade hospitalar local», explica a presidente da Câmara Isilda Gomes, citada pelo Observador.

Comentários

pub
pub