Se todos os militantes votassem como no Algarve, Rui Rio teria sido reeleito presidente do PSD

Resultados nas concelhias dos mandatários regionais de Rio e Montenegro foram interessantes

Se todos os militantes social-democratas votassem como no Algarve, Rui Rio teria sido reeleito, já este sábado, como presidente do PSD, sem necessidade de uma segunda volta, revelam os dados do site daquele partido.

É que, nas 16 concelhias da região algarvia, o atual líder obteve 59,66% dos votos expressos nas eleições para a direção daquele partido, um número bem acima dos 47.62% obtidos a nível nacional.

Tendo em conta o resultado nacional, haverá uma segunda volta, com Rui Rio e Luís Montenegro, que hoje obteve 40.24% das escolhas dos militantes.

No Algarve, o cenário foi bem diferente, com Rio a obter bem mais que os 50% necessários para evitar a segunda volta. Curiosamente, o atual presidente do PSD venceu as eleições em 14 das 16 concelhias. As únicas exceções foram Faro e Silves, onde o vencedor foi Luís Montenegro.

No Algarve, além de Rio (59,66%), Montenegro garantiu 34,73% dos votos dos militantes, enquanto Miguel Pinto Luz se ficou por escassos 5,6%. Aliás, em quatro concelhias, o vice-presidente da Câmara de Cascais não obteve uma única preferências dos militantes: Aljezur, Castro Marim, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.

Curiosos são os números obtidos pelos mandatários dos dois principais candidatos, nas suas próprias concelhias: Rui André, de Monchique, que é mandatário de Luís Montenegro, viu o seu candidato relegado para o segundo lugar nas preferências dos eleitores social-democratas monchiquenses. Neste concelho, Montenegro alcançou apenas 28%, contra 60% de Rio (e 12% de Pinto Luz).

Bem diferente foi o cenário em Castro Marim, onde Francisco Amaral é presidente de Câmara, ou em Alcoutim, onde já foi: no primeiro concelho, Rio obteve expressivos 92,31% dos votos, contra 7,69% de Montenegro. Em Alcoutim, foi de novo o atual líder a vencer esta primeira volta (64,29% contra 35,71%).

Rui Rio obteve a sua maior votação Castro Marim (92,31%) e Luís Montenegro em Faro (51,89%). Em Aljezur, os votos, que eram poucos, dividiram-se em 50% para cada um daqueles candidatos. A maior votação algarvia de Miguel Pinto Luz foi obtida em Portimão, com 12,28%.

A votação para presidente do PSD decorreu ao longo do dia de sábado, em todo o país, tendo as urnas fechado às 20 horas.

A segunda volta será já no próximo sábado, dia 18 de Janeiro. Esta é a primeira vez que há uma segunda volta em eleições diretas no PSD. A nova direção só será empossada no congresso de 7, 8 e 9 de Fevereiro, em Viana do Castelo.

 

Consulte aqui, no site do PSD, todos os dados sobre esta primeira volta

 

 

 

Comentários

pub
pub