Obras melhoram área do ambulatório e internamento do Hospital Particular de Gambelas

HPA vai investir em obras de remodelação

O Hospital Particular de Gambelas, em Faro, vai ser alvo de obras de remodelação que trarão «consideráveis benefícios à sua atividade, na área do ambulatório e do internamento».

Esta unidade de saúde, que comemorou em Dezembro dez anos de existência, tem vindo a conhecer um forte crescimento, o que «criou na Administração a necessidade de reformular e expandir alguns espaços, por forma a permitir uma resposta mais funcional e confortável», segundo o grupo Hospital Particular do Algarve.

«O piso zero, onde funcionam as consultas externas, irá sofrer alterações relativamente à alocação de alguns espaços para as diferentes especialidades, mas será no piso 2, que essas alterações serão mais significativas e observáveis, com o surgimento de um novo bloco de instalações», acrescentou.

A decisão de avançar com estas obras «deve-se não só ao crescimento substancial de alguns serviços, mas também está associada à renovação de alguns equipamentos, que por si só necessitam de espaços adaptados».

Para fazer face a esta remodelação, grande parte dos serviços administrativos e financeiros passarão a estar alojados em edifícios contíguos, mas externos à unidade, de modo a libertar espaços para a atividade assistencial.

«Com esta remodelação acreditamos melhorar o funcionamento de algumas especialidades com exames especiais, como são a gastrenterologia e a urologia, mas também mais gabinetes polivalentes de consulta e um espaço remodelado para a saúde da mulher. O Hospital de Dia de Oncologia vai ganhar também um novo lugar, cedendo o atual a mais um internamento. Por fim, iremos instalar mais uma ressonância magnética na imagiologia, novamente num local até agora administrativo», resumiu o HPA.

«Acreditamos que esta remodelação trará vantagens substanciais aos nossos clientes, sobretudo em termos de acolhimento e comodidade. Em termos assistenciais, os nossos colaboradores ganharão também espaços mais funcionais e amplos, com maior possibilidade de fazer crescer a sua atividade, que para algumas especialidades poderá ser superior a 30%», concluiu a empresa algarvia.

Comentários

pub
pub