Centro de Saúde de Albufeira já recebeu o nome do médico Manuel dos Santos Serra

Manuel dos Santos Serra participou ativamente na criação do Serviço Nacional de Saúde, sendo um dos seus principais incentivadores na região do Algarve

O Centro de Saúde de Albufeira passou agora a ter o nome do médico Manuel dos Santos Serra, numa homenagem a título póstumo que teve lugar na quinta-feira, 23 de Janeiro, com a presença da ministra da Saúde, Marta Temido, e a secretária de Estado e Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira.

A cerimónia contou com a presença de Helena Serra, viúva de Manuel dos Santos Serra, bem como de filhos, netos e noras, do presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Paulo Morgado, do presidente da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo, e da diretora executiva do ACeS Central, Sílvia Cabrita. Estiveram ainda presentes deputados da Assembleia da República eleitos pelo circulo do Algarve, presidentes de Câmaras e Assembleias municipais do Algarve, das Juntas de Freguesia do concelho de Albufeira, a presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, Ana Paula Gonçalves, das Direções Executivas e Conselho Clínicos e da Saúde dos ACeS, dos Coordenadores e profissionais de saúde das várias unidades do Aces Central e representantes de diversas entidades regionais e locais.

A ministra da Saúde sublinhou a importância e a justiça desta homenagem a “um Homem notável” e um exemplo para todos. «O Professor Guilherme de Oliveira Martins, no momento do lançamento da Antologia Poética do Dr. Manuel dos Santos Serra, em que relatava aquilo o que foi a experiência dele de acompanhar os avós à consulta do Dr. Santos Serra, referia ser um homem atento, muito cuidadoso, relativamente reservado no uso da palavra, que guardava para o momento final da consulta, em que dava bons conselhos e também amizade», recordou a ministra.

«Eu acho que este é um magnífico tributo àquilo que é o exercício das profissões de saúde e concretamente da medicina. Um juízo técnico muito atento, muito apurado, uma disponibilidade para ouvir o outro e depois os conselhos técnicos que são entrecruzados por amizade, por sentimentos de humanismo e de proximidade em relação aos outros», acrescentou Marta Temido.

«Portanto, não podia ser com mais satisfação que o Ministério da Saúde se associa a este momento de homenagem a esta figura muito importante para a construção do SNS. Na certeza de que temos de respeitar aquilo que é memória, saber cultivar os afetos e que estas homenagens são de certa forma inspiradoras para as novas gerações», destacou a governante, enaltecendo todo o percurso de vida de Manuel dos Santos Serra sob o ponto de vista da sua intervenção cívica, social e do seu trabalho enquanto médico.

Na sua intervenção, Paulo Morgado sublinhou que «o Dr. Manuel dos Santos Serra foi muito mais do que um médico, foi um poeta-escritor, foi autarca, teve um passado de luta contra a ditadura, foi sempre um democrata e um lutador pela sua terra – apesar de não ter nascido aqui sempre considerou Albufeira como sua – e também pelo Algarve, foi diretor deste Centro de Saúde durante 22 anos e ajudou a fundá-lo. Foi um cidadão integro e um exemplo para todos, que deixou em todos nós, uma memória que jamais esqueceremos. Hoje é um momento especial e da mais elementar justiça em que queremos deixar aqui publicamente em placa aquilo que é o nosso sentimento em relação à memória do Dr. Manuel dos Santos Serra».

José Carlos Rolo, o presidente da Câmara de Albufeira, salientou, por seu lado, que «esta homenagem é da mais elementar obrigação das entidades públicas, como reconhecimento da sua dedicação e defesa da causa pública».

«O Dr. Manuel dos Santos Serra era um insigne médico, um autarca, um poeta, um cidadão de Albufeira e do mundo e essencialmente um humanista. E um exemplo disso é que não cobrava as consultas às pessoas que não tinham meios para pagar, o que é demonstrativo do seu altruísmo e humanismo extraordinário. Pelo que pude testemunhar, era uma pessoa de um coração e alma enorme», recordou ainda o autarca.

Manuel dos Santos Serra, médico, poeta-escritor, político, faleceu a 29 de novembro de 2018, aos 92 anos. Enquanto médico, destacou-se pelas suas qualidades humanas, de altruísmo e ética. Integrou e apoiou instituições de solidariedade social e cultural, entre as quais os Bombeiros Voluntários do qual foi fundador, a Santa Casa da Misericórdia de Albufeira e o Centro Cultural António Sérgio.

Manuel dos Santos Serra participou ativamente na criação do Serviço Nacional de Saúde, sendo um dos seus principais incentivadores na região do Algarve.

No concelho de Albufeira, foi responsável pela criação do Centro de Saúde, do qual foi diretor durante 22 anos, entre 1975 e 1997, tendo dedicado toda a sua vida à defesa dos valores da Medicina, Cidadania, do Humanismo, da Liberdade e da Democracia. O Ministério da Saúde prestou-lhe agora homenagem atribuindo o seu nome ao Centro de Saúde de Albufeira.

No final da cerimónia de homenagem e do descerramento da placa no Centro de Saúde de Albufeira, seguiu-se uma visita à Unidade de Saúde Familiar “Sol Nascente” que iniciou a sua atividade neste edifício em Dezembro de 2018.

Neste momento, encontram-se em atividade 20 Unidades de Saúde Familiar na região do Algarve (três no ACeS Barlavento, 12 no ACeS Central e cinco no ACeS Sotavento), abrangendo um total de 239 207 utentes.

 

Comentários

pub
pub