Loulé vai ter sacos para cocó de cão de material biodegradável

Sacos biodegradáveis estarão disponíveis nos dispensadores espalhado pelo concelho

Os sacos para recolha de cocó de cão que a Câmara de Loulé disponibiliza em diferentes pontos do concelho vão passar a ser de material biodegradável, em vez de plástico.

A autarquia louletana vai colocar nos dispensadores sacos «fabricados num material biodegradável e compostável – ou seja, em processo de compostagem são transformados em dióxido de carbono, em água e biomassa». Estes sacos «cumprem os requisitos da Norma Europeia».

A problemática do plástico «é um dos temas prementes da atualidade», que já levou o Parlamento Europeu a aprovar uma nova lei comunitária «que proibirá a venda de produtos de plástico de utilização única, a partir de 2021. Nesse sentido, é necessário tomar medidas desde já, para alcançar uma redução quantitativa de outros produtos de plástico de utilização única», segundo a Câmara de Loulé.

«Assim, esta iniciativa, na área da salubridade e higiene pública, enfatiza o compromisso municipal no combate às alterações climáticas e diminuição dos impactes substanciais em matéria de uso eficiente de recursos», concluiu a autarquia.

Comentários

pub
pub