Sindicato da Hotelaria do Algarve marca greve regional para 1 de Agosto

«Não se pode aceitar que os trabalhadores sejam os únicos a não beneficiar dos excelentes resultados do turismo», diz o Sindicato

O Sindicato da Hotelaria do Algarve marcou uma greve regional para 1 de Agosto, dia em que também haverá uma concentração, em Faro.

Esta decisão surge porque o patronato do setor (AIHSA -Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve e AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve) «continuam a recusar aumentos salariais que reponham o poder de compra perdido nos últimos anos e que promovam uma melhor distribuição da riqueza criada pelos trabalhadores», diz o Sindicato.

«Não se pode aceitar que os trabalhadores sejam os únicos a não beneficiar dos excelentes resultados do turismo e, ao mesmo tempo, os patrões continuarem a querer diminuir e retirar direitos já consagrados e continuarem a não respeitar a contratação coletiva e os direitos individuais e coletivos dos trabalhadores», acescenta.

Além disso, o Sindicato considera «inaceitável» a proposta de lei do atual Governo, em discussão na Assembleia da República, «que a ser aprovada acentuaria ainda mais a exploração».

Comentários

pub
pub