Pedro Serrazina fala sobre cinema de animação no Centro Ciência Viva de Lagos

Momento insere-se na iniciativa “6ª Feira com Ciência”

Pedro Serrazina estará, esta sexta-feira, 10 de Maio, a partir das 21h00, no Centro Ciência Viva (CCV) de Lagos, para falar sobre cinema de animação.

Na apresentação “A Animação de Pedro Serrazina – um percurso pela obra”, o realizador «apresenta-nos os seus filmes premiados internacionalmente, desvendando o processo de criação visual, e refletindo sobre o modo como a prática e o trabalho académicos paralelos se encontram num percurso único e singular», diz o CCV de Lagos.

O seu primeiro filme, o “Estória do Gato e da Lua (1995)”, foi selecionado para o Festival de Cannes e ganhou dezenas de distinções internacionais, continuando a circular por festivais e retrospetivas em todo o mundo. Desde aí, o seu percurso tem sido marcado pela utilização de vários estilos e técnicas, num processo constante de exploração de novas abordagens.

Marcado por uma passagem inicial pelo curso de arquitetura da Universidade do Porto, o trabalho em cinema de animação de Pedro Serrazina «revela uma preocupação e interesse pelo uso e criação do espaço cinematográfico que se traduz na construção da imagem animada dos seus filmes».

«Embora não sendo o convidado típico do 6ª Com Ciência, espaço maioritariamente dedicado a quem faz investigação nas Ciências Naturais e Exatas, também procuramos fazer uma abertura às Artes e às Ciências Sociais. Como o Pedro Serrazina é um autor premiado no cinema de animação e professor universitário nessa área, considerámos ser de todo o interesse trazê-lo a Lagos e ao Centro Ciência Viva falar das suas obras, sendo um momento muito enriquecedor para o público algarvio», revela Luís Azevedo Rodrigues, diretor do Centro.

Das paisagens em metamorfose constante no “Gato e a Lua”, à cidade animada de “É Preciso Que Eu Diminua” (2016), realizado para a música de Samuel Úria, passando por trabalhos recentes que utilizam a animação em contexto de instalação, o cenário é sempre mais do que simples fundo em que as personagens se movem, para se revelar decisivo na construção da narrativa.

Além de estar com o público na sexta-feira à noite, Pedro Serrazina irá também falar com os alunos da Escola Ciência Viva e será o investigador a inaugurar o momento “Contacto Com o Cientista”, espaço que promove a aproximação entre investigadores e produtores de conhecimento e os alunos do 1º ciclo que passaram uma semana na Escola Ciência Viva.

 

Quem é Pedro Serrazina?

Pedro Serrazina é um realizador de cinema de animação, premiado internacionalmente, professor e investigador na Universidade Lusófona, Lisboa. A sua tese de Doutoramento é sobre Espaço Animado e produz cinema de animação com os seus desenhos à mão.

Em todo o trabalho de Serrazina encontramos uma preocupação constante no modo como o espaço, seja das personagens, seja do enquadramento, seja do local de exposição, é tratado como um elemento narrativo fundamental, quase uma personagem em si, revelando elementos do próprio autor e sugerindo que olhemos para o próprio espaço que habitamos como reflexo de identidade.

O seu trabalho compreende curtas metragens, instalações, videoclips, workshops e projetos de investigação académica.

Serrazina tem particular interesse nas interconexões entre a arquitetura, o espaço público e a animação. Estudou no Royal College of Art, em Londres e foi o coordenador do curso Bachelor of Arts University for the Creative of Arts, Londres.

Comentários

pub
pub