Embaixada na Hungria apoia vítimas de acidente que matou aluna de Faro

Tutela «lamenta profundamente a tragédia»

Foto: Jornal Blikk (Hungria)

A Embaixada Portuguesa na Hungria está a acompanhar os alunos e professores envolvidos no acidente em que morreu uma estudante da Escola Secundária Pinheiro e Rosa e onde ficou ferido um outro aluno desta escola, anunciou o Ministério da Educação, que veio a público «lamentar profundamente a tragédia».

Esta sexta-feira de madrugada, um autocarro onde seguiam seis alunos e dois professores da escola de Faro, que estavam na Hungria integrados numa iniciativa de intercâmbio estudantil, no âmbito do programa “Erasmus+: Comenius”, embateu num camião.

As vítimas do acidente estão já a ser acompanhadas pela Embaixada Portuguesa na Hungria, que «está a desenvolver as diligências necessárias junto das autoridades daquele país».

«Os responsáveis do Ministério da Educação estão em contacto próximo com a direção da Escola, com a Câmara Municipal de Faro e com a Embaixada Portuguesa para que, em conjunto, seja feito o acompanhamento de toda a situação e das necessárias diligências», revelou, ainda,a tutela, que «endereça as mais sentidas condolências à família e a toda a comunidade educativa».

 

Foto: Jornal Blikk (Hungria)

Comentários

pub
pub