Prisão preventiva para homens que roubavam e agrediam idosos

Suspeitos atacavam vítimas com mais de 69 anos

Dois dos três homens detidos pela GNR devido a roubos a idosos, nas zonas de Faro e Olhão, ficaram em prisão preventiva, depois de terem sido apresentados, esta terça-feira, a primeiro interrogatório judicial.

O terceiro arguido, o mais novo, com 21 anos, ficou sujeito a obrigação de apresentação periódica e a proibição de contactos.

Segundo o Ministério Público, «há suspeitas de os detidos terem abordado várias pessoas, todas com mais de 69 anos e de lhes terem tirado à força diversos valores, designadamente fios em ouro. Os factos terão ocorrido entre Fevereiro e Abril do corrente ano, nas zonas de Faro e Olhão e nalguns casos os suspeitos terão atuado com particular violência».

Este inquérito é dirigido pela 2ª secção de Faro do DIAP, com a coadjuvação do Núcleo de Investigação Criminal da Guarda Nacional Republicana de Faro.

Comentários

pub
pub