Unidade móvel leva saúde ao interior do concelho de Tavira

Aquisição do equipamento «visa diminuir a assimetria dos utentes no acesso aos cuidados de saúde primários do Serviço Nacional de Saúde (SNS)»

Tavira tem uma nova Unidade de Saúde Móvel, que irá assegurar que a população do interior do concelho, nomeadamente das freguesias de Santa Catarina da Fonte do Bispo e Cachopo, tenha acesso a cuidados de saúde de proximidade.

Segundo a Câmara de Tavira, a aquisição desta unidade móvel, que custou 61 mil euros (acrescidos de IVA), «visa diminuir a assimetria dos utentes no acesso aos cuidados de saúde primários do Serviço Nacional de Saúde (SNS), sobretudo, nas zonas rurais e de baixa densidade populacional, bem como reforçar a cobertura adequada dos utentes às unidades funcionais dos agrupamentos de Centros de Saúde do Algarve».

Assim, os habitantes de Santa Catarina da Fonte do Bispo e Cachopo «irão beneficiar de rastreios, medições, diagnósticos e diferentes tipos de aconselhamento técnico».

Esta Unidade de Saúde Móvel foi adquirida, através da central de compras da Comunidade Intermunicipal do Algarve (CC-Amal), no âmbito de uma candidatura ao Programa Operacional Regional CRESC Algarve 2020, denominada Unidades de saúde Móveis de Proximidade, financiada a 80%.

«A adoção desta medida tem como finalidade criar uma rede de unidades móveis de saúde para a prestação de cuidados de proximidade, qualificar os equipamentos existentes e reduzir as desigualdades, promovendo a inclusão social», explicou a autarquia tavirense.

Comentários

pub
pub