Estrela do West End de Londres atua em Querença

Soprano portuguesa notabilizou-se enquanto solista do elenco de “O Fantasma da Ópera”, no West End de Londres

A soprano Lara Martins, que se destacou enquanto solista do elenco de “O Fantasma da Ópera”, no West End de Londres, vai protagonizar o recital “A Era de Ouro dos Filmes Musicais” na sexta-feira, dia 22 de Fevereiro, às 21h30, no auditório da Fundação Manuel Viegas Guerreiro, em Querença.

“Moon River”, “I Got Rhythm”, “Summertime” ou “Somewhere Over The Rainbow”, «títulos icónicos do imaginário musical de sucessivas gerações», são alguns dos temas que serão apresentados neste concerto, promovido em parceira pelo Cine-Teatro Louletano e pela fundação que acolhe o espetáculo.

Do programa fazem igualmente parte outros temas emblemáticos que celebrizaram a cultura americana do segundo quartel do século XX, marcando a génese de um novo mercado músico-teatral eternizado em filme.

«Um universo alimentado pela memória visual, repleta da nostalgia deixada em cada pessoa pela magia do grande ecrã, através dos filmes que deram a conhecer, ao grande público, as canções deste concerto», descreve a Câmara de Loulé.

Neste recital, Lara Martins será acompanhada ao piano por Olga Amaro.

Os bilhetes custam de 8 euros para o público em geral e 6 euros para maiores de 65 e menores de 30 anos, sendo o Cartão de Amigo aplicável a este evento.

 

Sobre Lara Martins:

Lara Martins é uma das cantoras portuguesas com maior difusão internacional da atualidade. Uma artista que alia a excelência do seu instrumento vocal a uma grande sensibilidade e talento no domínio musical e dramático. Esse perfil traduz-se na capacidade de brilhar com igual mestria no domínio do canto lírico, na ópera ou no teatro musical, onde é desde há praticamente uma década uma das principais estrelas da produção de “The Phanthom of the Opera”, no mítico West End de Londres.

Na última década Lara Martins tem-se apresentado em variadíssimas produções de ópera, recitais e concertos por toda a Europa, sob a direção de grandes maestros, em salas e festivais de referência: os Teatros de Modena, Ferrara e Piacenza e o Teatro Comunale di Bolzano, em Itália; a Opéra National de Bordeaux, os Teatros de Ópera de Marselha, Toulon e Avignon, em França; o Kremlin e a Glazunov Gallery, em Moscovo; o Festival Internacional de Música Tibor Varga, na Suíça; Royal Opera House Convent Garden, em Londres; os Teatros da Trindade, Rivoli, o Centro Cultural de Belém, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Teatro Nacional de São Carlos, em Portugal, com o qual colabora regularmente em algumas das melhores produções de ópera e canto lírico em Portugal.

Na agenda de Lara Martins marcam também presença regular as apresentações em Portugal, com as principais orquestras nacionais ou em recitais nos principais festivais de música de Portugal.

Comentários

pub
pub