Vila do Bispo volta a mostrar-se na BOOT Düsseldorf

A Câmara e várias empresas de Vila do Bispo voltam a marcar presença no maior certame internacional dedicado ao mundo náutico

Vila do Bispo voltará a mostrar-se na feira BOOT Düsseldorf – Alemanha, o maior certame internacional dedicado ao mundo náutico, que começa no sábado e dura até ao dia 27 de Janeiro.

A Câmara de Vila do Bispo lançou, mais uma vez, o desafio às empresas com atividades ligadas ao mar sediadas no concelho, para divulgar os seus produtos e serviços nesta feira.

«À semelhança das edições anteriores a promoção do concelho passa pela divulgação conjunta dos valores patrimoniais e ambientais das nossas paisagens culturais e naturais, valorizando-as, de forma sustentável, enquanto potencialidades turísticas de referência global», segundo a Câmara de Vila do Bispo.

Na edição de 2019, o município de Vila do Bispo fazer-se-á representar pela autarquia e pelas empresas PuraVida Divehouse, Wind4All – Sagres WaterSports, Divers Cape, Summer Inspired e Ocean Respect Ecodive Center.

Como já é tradição, a comitiva também vai contar com a bodyboarder Joana Schenker, atleta da Associação de Bodyboard de Sagres, que é natural de Vila do Bispo, mas tem ascendência alemã.  A jovem algarvia já foi campeã mundial desta modalidade e conta, igualmente, no seu currículo com quatro campeonatos europeus e cinco nacionais.

Os representantes de Vila do Bispo na BOOT Düsseldorf levam na bagagem muitos produtos e serviços.

«Entre outras potencialidades turísticas destacar-se-á o mergulho nas paisagens submersas, para observação da riquíssima biodiversidade de Sagres, das suas grutas e dos seus naufrágios históricos, os passeios de barco para observação de cetáceos, de outras espécies marinhas e das incríveis paisagens de Sagres e do Cabo de São Vicente, o birdwatching, em terra e no mar; os desportos náuticos como o surf, o bodyboard, o windsurf e o stand up paddle», segundo a autarquia.

Também serão destacados «os passeios pedestres e as grandes rotas, a Vicentina e a Algarviana, as rotas históricas transfronteiriças (Rota Europeia dos Descobrimentos, Rota Al-Mutamid e Rota Omíada), os pequenos roteiros internos e circuitos urbanos dedicados a temáticas como a história local, o megalitismo e a biodiversidade, monumentos naturais e culturais, geológicos, arqueológicos e históricos, a etnografia, a gastronomia, a cultura de gentes da terra e do mar».

Comentários

pub
pub