Se quer «ritmos contagiantes», vá a Portimão de 9 a 13 de Fevereiro

O VII Festival Internacional de Percussão de Portimão e o IV “Encontróbaixo” levam, de 9 a 13 de Fevereiro, «ritmos […]

O VII Festival Internacional de Percussão de Portimão e o IV “Encontróbaixo” levam, de 9 a 13 de Fevereiro, «ritmos contagiantes» a Portimão. 

O Festival Internacional de Percussão reunirá prestigiados músicos de renome nacional e internacional, contando com workshops de Vincent Houdijk (Vibrafone / Holanda), Maikel Claessens (Tímpanos e Percussão Orquestral / Holanda), Ramon Lormans (Marimba / Holanda), Ludwig Albert (Marimba / Bélgica), Vicky Marques (Bateria / Portugal), André Rodrigues & Marisa Paulo (Afro-Mandingue / Portugal), Bomboémia & Miguel Carneiro (Percussão Luso-Brasileira / Portugal) & Tiago Rego (Percussão Tradicional Portuguesa).

A tudo isto junta-se mais um “Encontróbaixo”, que, na sua quarta edição, trará o grupo de tango algarvio Piazzollíssimo (Portugal), Miguel Leiria (Conservatório Nacional de Lisboa), Hugo Santos (Portimão /Portugal) e Gabor Bolba (Orquestra Clássica da Madeira / Hungria) a Portimão.

Do programa fazem parte a realização de mais de 15 workshops, cinco concertos e dois desfiles que se distribuirão por alguns dos espaços mais emblemáticos da cidade, como o TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, Auditório do Museu de Portimão, Casa Manuel Teixeira Gomes, o Coreto de Portimão, Largo da Mó e a Praça da República.

As inscrições para os workshops já se encontram abertas e podem ser feitas aqui.

2018 ganha também uma nova aposta com a inclusão de workshops dedicados à “Orquestra Intercultural”, projeto promovido pela Academia de Música de Lagos (AML) no âmbito do programa REEI – Rede de Escolas para a Educação Intercultural, para o período de 2017 a 2019.

A Orquestra Intercultural contará com formadores convidados em parceria com os professores da classe de percussão da Academia de Música de Lagos Vasco Ramalho (diretor artístico do Festival), Tiago Pires, João Paias e Pedro Branco.

O momento alto será a apresentação à comunidade no já tradicional concerto de encerramento das duas iniciativas, no dia 13 de Fevereiro às 21h30, no Grande Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

Depois do sucesso do ano transato, o grande desfile de abertura marcado para dia 9 de Fevereiro, às 10h30, na Praça da República, contará mais uma vez com o grupo “Bomboémia” (Universidade do Minho) e com a participação de 530 alunos do Centro Escolar do Pontal, do Agrupamento de Escolas Poeta António Aleixo e de 100 crianças do Externato TiTé, que desfilarão trajados até à Praça do Município.

No dia 13 de Fevereiro, terça-feira de Carnaval, às 14h30, é a vez do grande desfile de encerramento “Batuca no Carnaval”, com várias associações do Município de Portimão, num percurso que promete animar o centro da cidade (Largo da Mó, Alameda da República, Rua Direita, Largo da Câmara e Coreto de Portimão).

Ambos os desfiles contarão com a Orquestra de Percussão da AML em parceria com a Orquestra Intercultural de Lagos, Lagoa, Portimão e Loulé.

A primeira noite, no dia 9 de Fevereiro, às 21h30, no Grande Auditório do TEMPO, será dedicada à música tradicional japonesa e às grandes composições da mãe da marimba Keiko Abe.

O palco estará a cargo da Orquestra de Sopros do Algarve, dirigida por João Rocha, com dois grandes nomes da marimba clássica Maikel Claessens e Ramon Lormans (Holanda).

No dia seguinte, 10 de Fevereiro, às 21h30, o Grande Auditório do Teatro Municipal de Portimão recebe “Músicas do Mundo” com a apresentação do primeiro álbum de Vasco Ramalho: “Essências de Marimba: Fados & Choros”, que apresenta temas imortalizados pela voz de Amália Rodrigues, como “Ó gente da minha Terra”, “Coimbra”, “Casa da Mariquinhas”, “Barco Negro” passando pelo virtuosismo de Carlos Paredes.

Do outro lado do Atlântico farão parte temas como “Espinha de Bacalhau” e vários choros transcritos para marimba. Conta com Tuniko Goulart (guitarra), mas também convidados especiais: Vicky Marques, na bateria, Edu Miranda, no bandolim, Vincent Houdijk, no vibrafone, Dino D´Santiago e César Matoso na voz.

Já às 21h00 não perca o “Chamamento” dos Bomboémia (Universidade do Minho) no Largo 1º de Dezembro, em frente ao TEMPO – Teatro Municipal de Portimão.

No dia 11 de Fevereiro, às 21h30, o Auditório do Museu de Portimão recebe o terceiro concerto do Festival com música contemporânea que trará o Duo Buchla Music Easel & Double Bass, com Miguel Leiria Pereira (Conservatório Nacional de Lisboa) no contrabaixo e Armando Teixeira nos sintetizadores analógicos.

O projeto confronta um certo universo analógico da música eletrónica com o contrabaixo acústico, tendo como ponto de partida o sintetizador “Buchla Music Easel” e revisitando materiais que foram explorados por compositores e músicos do século XX.

Na noite de 12 de Fevereiro, às 19h00, a Casa Manuel Teixeira Gomes recebe uma noite do Sunset Contrabaixo Romântico: “From Portimão with Love” que será levada a cena pelo Ensemble Piazollíssimo, composto por um grupo de cinco músicos onde a formação instrumental foi escolhida à imagem do quinteto originalmente criado por Piazzolla.

O tradicional concerto de encerramento com todos os participantes terá lugar dia 13 de Fevereiro, às 21h30, no Grande Auditório do TEMPO, sob direção artística de Vasco Ramalho (VII FINTPP) e Bruno Vítor (IV ENContróBaiXo). Juntará os ritmos afro tribais de André Rodrigues & Marisa Paulo, e apresentação de Ludwig Albert e Rodrigo Marques em Marimba, para fechar em grande a Terça-feira de Carnaval.

Para ver a programação completa clique aqui.  Já para comprar bilhetes clique aqui. 

Ambos os festivais são iniciativas da Academia de Música de Lagos – Conservatório de Portimão Joly Braga Santos em parceria com o Município de Portimão e conta com os apoios da Junta de Freguesia de Portimão, da Direção Regional de Cultura do Algarve e da Antena 2.

Comentários

pub
pub