Lagos e Silves mostraram projetos no “Encontro de Quadros da Câmara de Lisboa”

O projeto “Fun & Know”, que agrega equipamentos culturais lúdico-culturais públicos e privados do concelho de Lagos, e a iniciativa […]

O projeto “Fun & Know”, que agrega equipamentos culturais lúdico-culturais públicos e privados do concelho de Lagos, e a iniciativa “Um copo com história”, de Silves, deram-se a conhecer na 6ª edição do Encontro de Quadros da Câmara de Lisboa, que se realizou nos dias 22 e 23 de Novembro. 

A iniciativa reuniu centenas de colaboradores da administração local na partilha de conhecimentos sobre o que de inovador se está a fazer na resolução de problemas relacionados com as cidades.

O “Fun & Know” foi, então, «um projetos selecionados, entre as várias dezenas submetidos ao júri do concurso pelas diferentes autarquias do país, tendo sido considerado como uma boa prática para estimular o trabalho em rede e as parcerias entre públicos e privados, com base na proximidade e na colaboração entre atores, num contexto estratégico de marketing territorial e de desenvolvimento de marcas e produtos turísticos, promotores dos diferentes municípios», diz a Câmara de Lagos.

Este projeto piloto agrega uma dezena de equipamentos lúdico-culturais do concelho: quatro públicos (Museu Municipal Dr. José Formosinho, Núcleo Museológico Rota da Escravatura, Centro Ciência Viva, Núcleo Museológico Fortaleza Ponta da Bandeira) e seis privados – Museu de Cera dos Descobrimentos, Zoo de Lagos, Wake Salinas – Cable Park, Pro Putting Garden e Woop – Fun for All.

A iniciativa é encarada «pelo Município de Lagos como uma forma de estimular o empreendedorismo, a cooperação, a colaboração e a criação de sinergias, como contributo para atenuar a sazonalidade e valorizar as experiências proporcionadas a todos aqueles que nos visitam», diz a autarquia.

Já a Câmara de Silves apresentou a iniciativa “Um copo com História”, que juntou ao já existente bilhete conjunto “Castelo de Silves + Museu de Arqueologia” um voucher de prova gratuita dos “Vinhos de Silves” e da região, no quiosque cedido pela autarquia silvense à Rota dos Vinhos do Algarve (RVA).

Também foram partilhados os resultados obtidos após o primeiro ano da ação, que se traduziram quer no aumento significativo dos visitantes no quiosque da RVA, na ordem dos 250% (atingindo um número superior a 4000 visitantes no espaço de um ano), quer no tempo de permanência média do turista na cidade, fatores que potenciam a dinamização da economia local.

«Esta, como outras ações, estão inseridas na estratégia de desenvolvimento sustentável que vai da serra ao mar e têm como objetivo a promoção do património, dos produtos e produtores e, simultaneamente, de enriquecer a experiência de quem visita o concelho de Silves», diz a autarquia.

Com o lema “Sabemos, Fazemos, Partilhamos”, o Encontro de Quadros realiza-se a cada dois anos e permite aos quadros da Câmara Municipal de Lisboa e das diferentes autarquias do país, a troca e a partilha de experiências e a procura de soluções para melhorar o serviço que os municípios prestam nos seus concelhos.

Comentários

pub
pub