Autoridade Marítima promove exercício de combate à poluição do mar em Vila Real de Santo António

O concelho de Vila Real de Santo António recebe, nos dias 18 e 19 de Outubro, um exercício, de âmbito […]

O concelho de Vila Real de Santo António recebe, nos dias 18 e 19 de Outubro, um exercício, de âmbito nacional, de combate à poluição do mar, promovido pelo Serviço do Combate à Poluição do Mar da Autoridade Marítima Nacional.

O exercício irá decorrer no porto e marina de Vila Real de Santo António e na Praia de Monte Gordo e será composto por duas fases, com base num programa seriado de eventos simulados.

A iniciativa conta com a presença dos secretário de Estado da Defesa Nacional e das Pescas, Marcos Perestrello e José Apolinário, bem como do diretor-geral da Autoridade Marítima, vice-almirante Luís Sousa Pereira, e do subdiretor-geral da Autoridade Marítima, Comodoro Ventura Soares, entre outras entidades.

O exercício irá envolver cerca de 300 operacionais e conta com diversos equipamentos, entre eles navios e embarcações de combate à poluição do mar, meios aéreos com capacidade de identificação e seguimento do poluente; recuperadores, barreiras, tanques portáteis e equipamento ligeiro de limpeza de praias; viaturas pesadas e ligeiras, tratores e equipamento de proteção individual.

No dia 18 de Outubro, primeira fase do evento, será realizado um seminário que terá como tema «A Preservação do Meio Marinho», onde serão abordados assuntos relacionados com a poluição marítima, bem como será apresentado o exercício de combate à poluição do mar, que decorrerá no dia seguinte.

Este seminário terá lugar no Centro Cultural António Aleixo, a partir das 14h30, e será aberto ao público em geral.

A 19 de Outubro, quinta-feira, será realizado o exercício de combate à poluição, na Marina e Porto de Vila Real de Santo António e na Praia de Monte Gordo.

Nesta ação, decorrente da simulação de um incidente de poluição marítima, serão empenhados diversos meios, em diferentes cenários, em terra e no mar.

A Autoridade Marítima conta na realização deste exercício com o apoio da Marinha, da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, da Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA), da Força Aérea Portuguesa, do Instituto Hidrográfico, da Autoridade Nacional de Proteção Civil – Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro, da Associação Naval do Guadiana, da Sociedade Salvamento y Seguridad Marítima (SASEMAR), da SVITZER Portugal, da Tekever Group, da Universidade do Algarve, do Zoomarine, da Docapesca, da Rebonave e do Projeto MARPOCS.

Participa pela primeira vez neste exercício, a Marinha Real Marroquina, que desloca para Portugal um navio patrulha, que participará no cenário offshore.

Cenários e área do exercício

No exercício Atlantic Polex.PT 2017, simula-se a contenção e recolha de 3000 metros cúbicos de fuelóleo, decorrentes de um derrame devido a uma colisão entre dois navios, um cargueiro e um petroleiro.

O poluente derramado acabará por se dirigir para o porto de Vila Real de Santo António (VRSA), afetando-o, assim como a linha de praia até Monte Gordo.

Paralelamente, simula-se também um acidente de um pesqueiro no porto de VRSA, do qual resulta o derrame de 5000 litros de gasóleo.

Além dos derrames, e das consequentes operações de combate à poluição e do arrojamento de animais, será necessário proceder também ao salvamento de náufragos e evacuação de f​eridos.​​

 

Clique aqui para conhecer todas as informações relativas ao seminário e a todo o exercício.

Comentários

pub
pub