Defesa de lance livre no fecho garantiu Taça de Portugal de Andebol ao ABC de Braga

O ABC de Braga venceu este domingo o FC Porto, por 25-24, e conquistou a Taça de Portugal de Andebol, […]

andebol_1O ABC de Braga venceu este domingo o FC Porto, por 25-24, e conquistou a Taça de Portugal de Andebol, cuja fase final de disputou em Loulé.

Uma defesa de Humberto Gomes (ABC), a um livre de sete metros de Hugo Santos (FC Porto), no último lance do jogo, garantiu a vitória aos bracarenses, num jogo muito disputado até ao minuto final.

O ABC esteve quase sempre à frente, graças a um comportamento agressivo na defesa e a aposta nos ataques rápidos, que já lhe tinham permitido o Sporting nas meias-finais de sábado.

Pelo contrário, os portistas estiveram em dia «não», com várias bolas nos “ferros”, que lhes valeram uma desvantagem máxima de cinco golos aos 24 minutos (12-7).

Nos últimos cinco minutos da primeira metade, o hexacampeão nacional voltou a recuperar e reduziu a diferença para três golos ao intervalo (13-10).

No segundo tempo, o FC Porto pareceu querer mudar o rumo dos acontecimentos e, em quatro minutos, conseguiu empatar (14-14).

Numa partida muito renhida, o ABC voltou a colocar-se em vantagem devido a erros do FC Porto, mas a equipa portista recuperou e chegou pela primeira vez à vantagem na partida, ao minuto 52 (21-20).

Só que o ABC recuperou de novo e o FC Porto acabou por desperdiçar a sua última oportunidade, quando conquistou um livre de sete metros, com o tempo a esgotar-se. Na marcação, Hugo Santos permitiu uma grande defesa de Humberto Gomes, que decidiu a partida para os bracarenses, fixando o resultado final em 25-24.

Receitas dos jogos reverteram para instituições de solidariedade social do concelho: Associação Existir e a Casa da Primeira Infância de Loulé
Receitas dos jogos reverteram para instituições de solidariedade social do concelho: Associação Existir e a Casa da Primeira Infância de Loulé

Carlos Resende, treinador do ABC, em declarações finais, admitiu que o FC Porto «poderia ter marcado o livre de sete metros, levado o jogo para prolongamento e, eventualmente, o desfecho poderia ser diferente, mas, como uma vez disse um colega e amigo, nas finais os vencedores são sempre justos».

Para o técnico dos bracarenses, a vitória na Taça só foi surpresa «para quem não estivesse atento ao que nós falámos no início da época. Desde o primeiro momento em que a equipa se apresentou, nós dissemos que o nosso objetivo era vencer a Taça, o campeonato e a Taça Challenge. Sabíamos que ia ser difícil, mas estamos nessa luta».

Carlos Resende acrescentou que a sua equipa ainda tem «duas meias-finais muito importantes, contra o Sporting [playoff do campeonato nacional] e contra o Stord Handball, da Noruega [meias-finais da Taça Challenge] para poder disputar mais duas finais».

O guarda-redes do ABC, cuja defesa permitiu a vitória da sua equipa, estava naturalmente muito contente. «teve um sabor fantástico, primeiro porque foi no último segundo e depois porque venci uma Taça de Portugal no clube do meu coração, quase já no fim da carreira».

Rui Silva,treinador-adjunto do FC Porto, admitiu que a sua equipa estava «triste», «porque, mais uma vez, a Taça de Portugal nos foge da mão no último jogo, mas conscientes de que fizemos o nosso melhor e lutámos para ganhar».

No entanto, sublinhou, «foi um excelente jogo de andebol, uma excelente final, uma excelente promoção da modalidade, com duas equipas muito combativas e muito competitivas. O resultado final é sinónimo disso, com a diferença de um golo».

A Final Four da Taça de Portugal de Seniores Masculinos em Andebol disputou-se em Loulé, no Pavilhão Desportivo Municipal, nos dias 28 e 29 de março.

No sábado, nas meias finais, o ABC tenha ganho ao Sporting por 33-30, enquanto o FC Porto bateu o Benfica por 28-27.

Durante o intervalo da Final da Taça de Portugal Fidelidade foram entregues pelo Município de Loulé e Federação de Andebol de Portugal, a instituições de caridade social do concelho de Loulé, cheques com a receita de bilheteira dos jogos da Final4 da prova.

Comentários

pub
pub