Associação de Músicos já tem terreno mas precisa de dinheiro para nova sede

Já há terreno, falta o dinheiro para que a Associação Recreativa e Cultural dos Músicos (ARCM) possa construir uma sede […]

Já há terreno, falta o dinheiro para que a Associação Recreativa e Cultural dos Músicos (ARCM) possa construir uma sede de raiz, onde não se terá de preocupar com o fantasma das ações de despejo que a tem perseguido.

A Câmara de Faro e a coletividade da capital algarvia assinaram a escritura de cedência de um terreno na Zona Ribeirinha do Bom João, em Faro, no passado dia 15 de julho, dando o primeiro passo para aquele que é, atualmente, o principal objetivo da ARCM.

«Vinte e três anos, cinco meses e quatro sedes após a fundação da ARCM, eis que foi reconhecida a importância do trabalho, esforço e contributo realizado pela associação, no desenvolvimento da cultura na cidade de Faro e região», consideraram os Músicos de Faro, numa nota de imprensa.

Um ato que tem mais significado numa altura em que a associação «continua alvo de uma ação de despejo, cujo resultado final se avizinha e do qual a ARCM já tem esgotadas todas as suas razões».

«Importa agora olhar para o futuro e darmos continuidade a este projeto, que tanto tem ajudado esta cidade, quer no desenvolvimento do panorama cultural, quer no âmbito social», defendeu.

Agora, será necessário garantir o financiamento necessário para erguer o projeto que a associação tem para o terreno cedido, uma infraestrutura com várias valências, nas quais se destacam diversas salas de ensaio, um estúdio, uma sala de espetáculos de média dimensão e um espaço exterior para eventos.

«Apelamos assim, à ajuda de toda a população em geral para a sua concretização, aderindo à campanha de angariação de fundos (multiplicação do tijolo) que consiste na assinatura de um tijolo decorativo, que ficará para a vida, no interior da sede, com o custo de 5 euros, que se transformam em mais tijolos», segundo a ARCM.

Outra forma de ajudar é comprando um autocolante por 1 euro ou uma t-shirt por 11 euros, «cujo lucro reverterá também para a construção da sede», seja em sacas de cimento, seja noutro tipo de materiais.

A associação aceita ainda «qualquer tipo de donativo», que possa ser convertido em dinheiro, em leilão.

 

Como contribuir?

Para contribuir para esta causa, poderá contactar a ARCM através do email info@arcmusicos.org ou do telefones 289 821139 ou 969 923 945. Mais informações sobre a associação podem ser obtidas no site da ARCM e na página de Facebook.

Comentários

pub