Belenenses, Sporting, FC Porto e Madeira SAD disputam final da Taça de Portugal de Andebol em Tavira

Delta Belenenses x Sporting CP e FC Porto Vitalis x AM Madeira A SAD são os jogos das meias-finais da […]

Delta Belenenses x Sporting CP e FC Porto Vitalis x AM Madeira A SAD são os jogos das meias-finais da Taça de Portugal de Seniores Masculinos de Andebol, que Tavira volta a acolher, nos dias 31 de março e 1 de abril.

No sorteio da Final Four, que decorreu no Hotel Vila Galé Ópera, em Lisboa, estiveram presentes José Manuel Guerreiro, vereador do Desporto de Tavira, Eduardo Mendonça, presidente do Clube Vela de Tavira, João Estrela, presidente da Associação de Andebol do Algarve, Ulisses Pereira, vice-presidente da Federação de Andebol Portuguesa, Miguel Fernandes, diretor-executivo da FAP, e ainda, Luís Pacheco, representante do Departamento Desportivo da FAP.

Participaram ainda os representantes dos quatro clubes: Carlos Galambas (em representação do AM Madeira A SAD), José Francisco (Delta Belenenses), Mário Soares (FC Porto) e Fernando Nunes (Sporting CP).

Ulisses Pereira deu início ao sorteio, afirmando esperar que “a Final Four da Taça de Portugal seja um momento alto da modalidade, uma vez que estão criadas todas as condições para isso, não só pelos clubes que vão participar, mas também, e principalmente, pelas condições organizativas, de alojamento e de hospitalidade que encontramos em Tavira”.

Ulisses Pereira sublinhou, ainda, que “foi necessário fazer um esforço de parte a parte, quer da Federação, quer da Câmara Municipal de Tavira, com o apoio dos Hotéis Vila Galé, mas encontrou-se uma solução de modo a que se possa repetir o êxito organizativo do ano passado”.

Seguiram-se algumas palavras do vereador José Manuel Guerreiro, que foi convidado a sortear as meias-finais.

Conhecidos os jogos, o vereador tavirense afirmou ter “boas expetativas relativamente à realização destes eventos em Tavira. O Pavilhão Municipal Dr. Eduardo Mansinho, que acolhe o presente torneio, está capacitado para fazer face às necessidades da iniciativa, visto que já conta com a terceira edição”.

O autarca relembrou ainda que “a primeira modalidade a ser recebida neste equipamento desportivo foi o andebol, num troféu RTP, em 1991”.

O vereador do desporto sublinhou também que o andebol é “uma modalidade muito querida dos tavirenses”.

Na opinião do autarca, “antecipa-se uma final, mas às vezes há surpresas, a bola é redonda, depende muito da forma como as equipas se encontram neste momento. Que ganhe o melhor e que seja a melhor final possível”.

Sobre as meias-finais, José Francisco (Delta Belenenses) salientou que “as equipas que estão nesta fase são as melhores, visto que foram as que conseguiram chegar até aqui. Não há equipas fáceis, por isso qualquer uma, para o Delta Belenenses, é difícil. Vamos tentar resolver este jogo com o Sporting, penso que vai ser equilibrado, perdemos com o Sporting na primeira fase (do Andebol 1), empatámos em casa… penso que temos hipótese. Vamos fazer o nosso melhor”.

Do lado do Sporting CP, Fernando Nunes disse esperar “um jogo difícil. Temos que ser realistas que o sorteio foi bom para o Sporting. Teoricamente somos mais fortes, mas a equipa do Belenenses já nos roubou pontos este ano no campeonato. Sabemos que é sempre um adversário que não tem nada a perder, que joga nos limites, joga muito com a irreverência da juventude da equipa e sabemos que vai ser difícil chegar à final.”

Mário Soares (FC Porto) espera que o seu clube ganhe o jogo. “O Madeira SAD é uma equipa competitiva, fomos, de certa forma, surpreendidos agora neste último jogo no Funchal, esperamos ganhar em Tavira, que é terreno neutro. Chegámos a esta fase, agora esperamos vencer”.

Em representação da equipa madeirense, esteve Carlos Galambas que referiu que ” ao olhar para as equipas, penso que este não foi o melhor sorteio para o Madeira SAD, mas o trajeto do Madeira na Taça de Portugal faz com que não tenha medo de jogar contra outro “grande”. Já eliminou o Benfica e, agora, o objetivo é eliminar o Porto e chegar à final.

Sobre a Final Four, que Tavira vai acolher pelo terceiro ano consecutivo, o diretor-executivo da Federação Miguel Fernandes reforçou o compromisso feito com a Câmara Municipal de dar continuidade à prova, situação que foi possível, “porque o grupo de hotéis Vila Galé deu um grande apoio, encontrando-se reunidas todas as condições para ser mais uma grande Final Four”.

Comentários

pub
pub