pub
Imprimir

Feira dos Enchidos tem mais dias e novos sabores para voltar a bater recorde de visitantes

Bons enchidos de Monchique Foto: Martyna Mazurek

Bons enchidos de Monchique Foto: Martyna Mazurek

As tradicionais chouriças, morcelas, ou presuntos, aliam-se aos – mais inovadores – couratos, rissóis de torresmo, ou “pizza enchida”, em mais uma edição da Feira dos Enchidos  de Monchique, que começa esta sexta-feira, dia 4, e dura até domingo.

Em 2016, a feira tem, pela primeira vez, três dias, um fator que pode levar a bater o recorde de visitantes, atingido no ano passado.

Segundo Luís Grade, vereador da Câmara de Monchique, a maior novidade, para este ano, «é que temos três dias de feira. Como o espaço é alugado, procuramos rentabilizá-lo ao máximo e, à semelhança da Feira do Presunto, a Feira dos Enchidos passa a três dias também. Esta é uma alteração feita também a pedido de vários produtores».

No recinto da feira, por vezes insuficiente para receber tanta gente, vai haver alterações. «Vai ser um espaço mais amplo, vamos ter a restauração noutro sítio, separada da zona dos concertos», adiantou ao Sul Informação.

Bons enchidos de Monchique - Foto: Martyna Mazurek

Bons enchidos de Monchique – Foto: Martyna Mazurek

A nível de expositores o número não varia em relação ao ano passado, cerca de 50. «É, mais ou menos, o mesmo número que no ano passado. Estamos condicionados ao espaço e não podemos ir muito para além disto», lamenta Luís Grade.

A Feira dos Enchidos tem crescido com o passar dos anos, a nível de visibilidade, e a fama chega para lá da Serra de Monchique. «Temos pedidos de expositores de todo o país mas, infelizmente, não posso aceitar os de fora, quando o espaço não dá para todos o que são de cá», explica o vereador.

O recorde de visitantes foi batido no ano passado mas, com três dias de feira, Luís Grade coloca «a fasquia mais alta: esperamos 25 mil pessoas. Esperamos uma grande enchente no domingo para ver o concerto do João Pedro Pais».

A animação musical é uma das apostas da autarquia para atingir este número. «Na sexta-feira, será mais dedicado  à gente da terra, depois, no domingo, é que esperamos receber 90% dos visitantes. Mas o programa de animação é intenso e muito bom logo desde sexta-feira».

No primeiro dia da feira atua o Grupo Folclórico Amigos de Montenegro, às 21h30. Já no sábado, à mesma hora, sobem ao palco da Feira dos Enchidos os Átoa, enquanto João Pedro Pais é o nome reservado para o espetáculo de domingo à tarde (18h00).

Além destes espetáculos haverá animação circulante, com o Grupo de Concertinas da Sertã, e demonstrações de karaté e das classes de Ginástica Rítmica do Clube Desportivo e Cultural da Nave.

 

Comentários

pub