<
Diretora: Elisabete Rodrigues   •   17-04-2014   •   Semana 112

Destaque principal

Isilda Gomes lança candidatura a Portimão apadrinhada por António José Seguro

 

Isilda Gomes lançou oficialmente a sua candidatura à Câmara de Portimão, pelo PS, esta sexta-feira à noite, num comício que encheu o Auditório Municipal da cidade e contou com a presença do secretário-geral socialista António José Seguro.

Perante centenas de pessoas, entre as quais estava o atual presidente da Câmara Manuel da Luz, presidentes de outras autarquias socialistas do Algarve, vereadores, candidatos a outras Câmaras, deputados, empresários e muitos cidadãos comuns, Isilda Gomes apresentou as bases do seu programa e as medidas que pensa tomar, se for eleita. Apresentou ainda o seu mandatário, o médico Mahomed Americano.

Antes, Luís Carito, presidente da Concelhia do PS/Portimão, tinha anunciado o objetivo dos socialistas, que é «ganhar a maioria na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e em todas as Juntas de Freguesia».

Depois, o atual presidente Manuel da Luz recordou a obra feita por 27 anos de governação socialista da Câmara de Portimão, para a seguir António Eusébio, presidente do PS/Algarve classificar Isilda Gomes como «uma mulher de garra».

Mais tarde, na intervenção final, o líder do PS António José Seguro haveria de considerar a candidata como «uma mulher determinada».

Apresentando o seu programa, com um discurso positivo e marcado pela esperança, Isilda Gomes revelou que a sua primeira medida será «a criação de uma Rede de Emergência Municipal, para dar resposta aos cidadãos mais carenciados e mais desprotegidos», de forma a envolver «todos, sem exceção», e assim fazer «vir ao de cima o melhor que os portimonense têm – o seu sentido de justiça e a sua enorme solidariedade».

A segunda medida será a «criação de um Gabinete de Acompanhamento ao Movimento Associativo, que permita economias de escala e maiores sinergias».

A candidata garantiu ainda que «tudo» fará «para impedir que o nosso hospital público veja as suas valências reduzidas». «Porque a saúde é um dos pilares de qualquer sociedade desenvolvida, não poderei admitir que haja algarvios de primeira e de segunda, no que ao acesso aos cuidados de saúde diz respeito», acrescentou.

Falando depois de um setor estratégico para Portimão, Isilda Gomes sublinhou que também não admite «a intenção do atual Governo de transferir a gestão dos portos do Algarve para a alçada do Porto de Sines» e defendeu «a criação da Autoridade Portuária do Algarve, cuja sede poderá ser localizada na cidade de Portimão».

Defendeu igualmente melhorias no porto de cruzeiros da cidade, de modo a trazer mais-valias para o concelho, o fomento do Turismo Residencial «em parceria com os diversos agentes do setor», o impulso ao comércio local. «O centro de Portimão dispõe de uma área comercial que merece toda a nossa atenção e que nos impõe a procura de soluções que, em colaboração com os empresários, torne possível devolver-lhe o brilho de outros tempos».

Nesse sentido, a candidata afirmou comprometer-se «a negociar com as empresas concessionárias de estacionamento a redução do seu custo, atraindo, dessa forma, mais pessoas para o centro da cidade e mais clientes para o comércio tradicional», um anúncio que arrancou fortes aplausos à assistência.

Para trazer mais gente ao centro, Isilda Gomes propõe-se ainda, se ganhar a Câmara, criar naquela zona a Loja do Munícipe, «para que, de uma forma expedita e num único local, o cidadão possa encontrar as várias respostas dos diversos serviços municipais».

E a terminar, salientando que a Câmara tem de assumir um papel de «agente facilitador», anunciou a criação do Gabinete de Apoio ao Empresário e ao Investidor, «que ficará na minha dependência direta, assim como a figura do gestor de processo, de forma a que, ao longo de toda a tramitação, o cidadão, o investidor, só tenha de lidar com um único interlocutor».

A fechar o comício, António José Seguro considerou Portimão como «um concelho exemplar, no apoio às empresas, às pessoas e aos comerciantes». E deixou «um abraço de reconhecimento pelo grande trabalho que Manuel das Luz tem feito à frente deste município».

«Sei que sairás da Câmara, mas Portimão não sairá do teu coração», disse Seguro a Manuel da Luz, fazendo os olhos do ainda presidente marejarem-se de lágrimas de emoção.

Virando-se depois para Isilda Gomes, o líder nacional do PS disse-lhe: «a tua tarefa não é fácil: suplantar o trabalho feito pelos anteriores autarcas socialistas e enfrentar os momentos difíceis que Portimão está a viver».

Quanto aos projetos de futuro da cidade e do concelho, António José Seguro disse que «alargar o porto de Portimão para aqui poderem atracar navios de maior dimensão é um compromisso que quero aqui deixar publicamente». Isto se for eleito primeiro-ministro, claro.

No final de todas as intervenções políticas, pontuadas por um pequeno interlúdio musical com jovens de um quinteto da Academia de Música, e depois de cantado o Hino Nacional, Isilda Gomes teve ainda direito a uma surpresa, quando uma das suas netas entrou em palco para lhe oferecer uma flor e um beijinho, tão ao gosto da candidata.

 

 

 

Veja mais fotos aqui.

 

 

 

Discussão

Ainda sem comentários.

Comentar

Protected by WP Anti Spam
 

PUB

Fotogaleria em destaque

Facebook

Subscrever newsletter