CDS quer saber se Governo vai resolver carências da Secundária Teixeira Gomes

PSD e Bloco de Esquerda também já vieram a público contestar a situação que se vive na Secundária Manuel Teixeira Gomes

O CDS quer saber se o Governo vai autorizar a contratação de mais funcionários para a Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes, em Portimão, tendo endereçado uma pergunta ao ministro da Educação. 

Nessa pergunta, Ana Rita Bessa, deputada do CDS, quis ainda saber se, se for autorizada a contratação, quantos funcionários serão admitidos e em que condições.

A parlamentar questionou ainda se o ministro tem conhecimento da necessidade de obras de manutenção na Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes. «Se sim, que diligências tomou e, se não, quando é que o Ministério da Educação vai proceder à realização das obras necessárias ao normal e seguro funcionamento desta escola».

«São poucas ou quase nenhumas as obras feitas nesta Escola desde a sua inauguração, há três décadas, confrontando-se agora, também, com a redução de 11 funcionários e assistentes operacionais – em claro incumprimento do rácio estabelecido pelo próprio Ministério da Educação», diz o CDS.

Esta é uma das «escolas de maior dimensão do concelho de Portimão e é fundamental que seja reposta a qualidade exigida para o dia a dia de toda comunidade escolar, mas também que sejam cumpridos os requisitos mínimos do número de assistentes operacionais», acrescenta.

PSD e Bloco de Esquerda também já vieram a público contestar a situação que se vive na Secundária Manuel Teixeira Gomes.

Os problemas até já levaram alunos, pais e professores a encerrar o estabelecimento escolar, em forma de protesto. 

Comentários

pub
pub