Apolinário refuta acusação do PSD de misturar funções de candidato com as de membro do Governo

Curioso é que o presidente da Junta de Freguesia de Monte Gordo até é eleito pelo PSD

José Apolinário na entrega da taça – Foto do Facebbok do PS/Algarve

José Apolinário, candidato a deputado nas listas do PS e também secretário de Estado das Pescas, rejeitou, em declarações ao Sul Informação, as afirmações do PSD/Algarve, que o acusam de, em Monte Gordo, ter «confundido ambos os planos, acabando por assumir, na ocasião, o papel de membro do Governo, retirando, imediatamente antes da entrega de prémios, o autocolante do PS que envergava».

No passado domingo, dia 8, os candidatos do PS participaram de facto numa ação de campanha nas Festas de Nossa Senhora das Dores, em Monte Gordo.

Segundo José Apolinário, «o presidente da Junta de Freguesia e os responsáveis da Associação de Pescadores, quando me viram lá, convidaram-me, a título pessoal e por cortesia pessoal deles para comigo, para subir ao palco e entregar uma taça. Não estive em Monte Gordo com base em nenhum convite oficial enquanto secretário de Estado, nem assumi essas funções quando correspondi ao convite que me foi feito».

«Por respeito pelas pessoas», que não eram todas socialistas ou seus simpatizantes, «tirei de facto o autocolante do PS que tinha colado ao peito», admitiu. Mas isso, faz questão de frisar de novo, não foi para pisar o palco e entregar a taça como secretário de Estado, foi apenas para corresponder «ao gesto de cortesia pessoal que me fizeram, enquanto cidadão».

Curioso é que o presidente da Junta de Freguesia de Monte Gordo até é eleito pelo PSD.

Hoje, em comunicado, os social-democratas algarvios acusaram o PS de «tratar o Estado como se fosse coutada sua», rejeitando que este seja «transformado numa perversa máquina de propaganda» socialista.

A tomada de posição do PSD tem sobretudo a ver com a entrega de tablets da Câmara de Olhão, que teve lugar ontem, com a presença de deputados e candidatos socialistas e a anunciada, mas não concretizada, presença da secretária de Estado da Educação.

Segundos os sociais-democratas, este episódio «não é caso único». «Nos últimos dias, os candidatos do PS no Algarve também participaram, nessa qualidade, numa cerimónia de associações de pescadores no âmbito das festas de Monte Gordo», disseram, referindo-se ao caso de José Apolinário.

Comentários

pub
pub